Busque abaixo o que você precisa!

Líder tucano sobre ataque do PT a FHC: ‘Topamos a briga, não vão intimidar’

Antonio Cruz/ABrLíder do PSDB no Senado, Cássio Cunha Lima (PB) disse que o tucanato saberá reagir se o PT levar adiante a intenção de “arrastar para o embate político as questões pessoais” envolvendo o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e a jornalista Mirian Dutra, com quem manteve relações extraconjugais. “Avaliamos que o partido não deve entrar nesse assunto. Mas se quiserem trazer para a arena política, topamos a briga, não vão nos intimidar. Isso só revela o grau de desespero político do PT”, disse Cássio ao blog na noite desta quinta-feira. Horas antes, deputados petistas cobraram no plenário da Câmara a abertura de investigação para apurar a revelação feita por Mirian Dutra de que FHC utilizara uma empresa para enviar-lhe dinheiro no exterior. “Ao longo do tempo, nunca trouxemos questões pessoais de ninguém para o embate político”, afirmou Cássio. “E não foi por falta de elementos. Recorde-se o caso de Rosemary Noronha [ex-chefe do escritório da Presidência da República em São Paulo no governo Lula]. Se quiserem, estamos prontos para brigar com qualquer arma. Não nos abalaremos com esse tipo de coisa.” Nas palavras do senado, “a estratégia do PT é conhecida: eles querem apagar a luz do quarto para que, no escuro, todos fiquem iguais. Querem nos tornar iguais a eles. Só que nós somos diferentes.” O líder tucano conversou com FHC pelo telefone nesta quinta-feira. Disse que ele está “chateado, mas tranquilo.” Na opinião do senador, o episódio serviu para “demonstrar a decência de Fernando Henrique como cidadão, pois, mesmo tendo dois testes de DNA negando que fosse o pai biológico de Tomás, filho da jornalista, ele manteve o mesmo tratamento com o rapaz, que o chama de pai. Manteve o custeio dos seus estudos, com dinheiro próprio, de origem lícita.” JOSIAS DE SOUZA

Senado aprova e PEC que proíbe criação de despesas sem receitas volta para a Câmara

imagem materia

O Senado aprovou em segundo turno,  quarta-feira (17), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 128/2015, que impede a criação de leis que imponham ou transfiram encargos financeiros para a União, estados, municípios e Distrito Federal sem fonte de receita ou respectiva transferência de recursos por parte do governo federal. O texto foi aprovado com 57 votos favoráveis, não houve votos contrários nem abstenções. A proposta volta agora para novo exame da Câmara dos Deputados, por ter sido emendada. Os senadores aprovaram a emenda de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF) que mantém as regras de reajuste dos pisos salariais nacionais dos professores do ensino básico, dos agentes comunitários de saúde e dos agentes de combate a endemias.

Leia mais...

Naumi Amorim propõe criação de Escola Agrícola em Caucaia

Dep. Naumi Amorim (PSL)

Se depender da disposição do deputado Naumi Amorim, o município de Caucaia vai sim despontar no cenário estadual como celeiro da produção agrícola. Apesar de estar situado na Região Metropolitana de Fortaleza, o município apresenta grandes áreas de terras agriculturáveis e, por isso, justifica a criação de uma Escola Agrícola com o objetivo de atrair os jovens para a atividade na produção de alimentos e criação de animais para abate. Projeto de indicação neste sentido foi apresentado ontem na Assembleia Legislativa pelo deputado, justificando que a disponibilidade de cursos técnicos na área vai desafogar os grandes centros e manter a população no campo.  Pelo projeto, o local para o desenvolvimento das ações seria o Cetrex, localizado em Caucaia, com capacidade para manter 400 treinandos em sala de aula. Possuindo uma área de 25 hectares com 3.082 m² de área coberta, o Cetrex tem todas as condições de abrigar o prédio da Escola Agrícola a ser construída pelo Governo do Estado. O projeto chama a atenção, também, pela vertente social por contemplar em seus cursos de capacitação os egressos do sistema prisional. Com Maria Guilherme.

CPI dos Fundos de Pensão 'começa a bater nas portas do Planalto', diz presidente da comissão

BRASÍLIA - O presidente da CPI dos Fundos de Pensão, deputado Efraim Filho (DEM-PB), disse que a possibilidade de prorrogação do prazo das atividades do colegiado por 60 dias, previstas inicialmente para se encerrarem no próximo dia 19 de março, demonstra fragilidade do governo e falta de sintonia com a base aliada. "O governo está preocupado neste momento porque as investigações da CPI começam a bater nas portas do Planalto", declarou nesta quinta-feira, 18.

Efraim indicou que nomes de ministros como Jaques Wagner (Casa Civil), Carlos Gabas (Previdência social) e Edinho Silva (Comunicação Social) "começam a aparecer" nas investigações. "Aquilo que parecia inofensivo passa a preocupar o Planalto diante dos resultados de mais um escândalo de proporções bilionárias. Há indícios de que nos fundos de pensão houve um esquema muito semelhante ao Petrolão, que ocorreu na Petrobrás, com aparelhamento das instituições e tráfico de influência dentro dos fundos."

O deputado Efraim Filho (DEM-PB)

O deputado Efraim Filho (DEM-PB)

A CPI foi instaurada para apurar indícios de aplicação incorreta dos recursos e de manipulação na gestão de fundos de previdência complementar de funcionários de estatais e de servidores públicos ocorridas entre 2003 e 2015 e que causaram prejuízos aos seus participantes. Ele adiantou que, se a CPI for prorrogada, pretende adquirir novas provas através de quebras de sigilo e requerimentos de busca e apreensão. Já há um requerimento na pauta desta quinta-feira de convocação do ministro Jaques Wagner, porém a definição deve ficar para a próxima terça-feira, 23, por falta de quórum. Mais cedo, deputados do PT fizeram manifestações contra a convocação.

Leia mais...

Capitão Wagner quer passe livre para alunos da rede pública e privada

Dep. Capitão Wagner (PR)
O deputado Capitão Wagner (PR) informou, que vai apresentar requerimento solicitando audiência pública para debater a questão do passe livre para o transporte público. O objetivo é elaborar um projeto de lei beneficiando os alunos da rede pública e privada. Segundo o parlamentar, da forma que o benefício será formulado vai solucionar diversos problemas recorrentes na Capital, como violência nos transportes públicos e terminais, nas escolas, congestionamentos no trânsito e até contribuir para a redução de gastos das famílias. “Se criarmos um regulamento para esse benefício, estabelecendo que aqueles alunos que se envolvam em confusões nos terminais, dentro de ônibus ou nas escolas percam seu passe livre, eles evitarão esse tipo de situação. Vamos ouvir especialistas para ver se o projeto é viável", adiantou. De acordo com o parlamentar, em troca, os alunos beneficiados contribuiriam com a sociedade, seja prestando serviço voluntário em instituições de caridade ou doando sangue.

Capitão Wagner ressaltou ainda a atitude dos moradores de dois condomínios próximos à Lagoa do Modubim. De acordo com o deputado, esses moradores formaram um mutirão para limpar o mato ao redor da lagoa, pintar bancos, colocar traves para futebol e rede de vôlei, além de pregar mensagens proibindo colocar lixo. O parlamentar também comentou a ordem dada ao policial militar de Fortaleza, subtenente Mardônio, de não conceder mais entrevistas à imprensa. “O subtenente Mardônio criticou duramente a Justiça brasileira, afirmando que a polícia tem trabalhado, mas a Justiça solta. Por conta disso, foi orientado a não dar mais entrevista. O subtenente tem razão em se revoltar. Em momento algum desrespeitou seu comando ou o Governo do Estado, apenas fez uso da sua liberdade de expressão”, comentou. Capitão Wagner  reclamou ainda da pasta da Educação em Fortaleza, reforçando que os recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef) devem ser utilizados somente com educação e não em outras áreas.

Em aparte, o deputado José Sarto (Pros) comentou os avanços em relação a educação de Fortaleza, garantindo que os recursos estão sendo bem investidos. “Os dados que temos são para além de animadores. Fortaleza era a penúltima cidade dos 184 municípios em qualidade de ensino. Na gestão atual inauguramos 33 creches e, em vias de construção, temos mais 35. Escolas integrais não tínhamos nenhuma, agora temos 15 inauguradas”, apontou. COM AGENCIA DE NOTICIAS DA AL.CE

Sérgio Aguiar anuncia mudança do Pros para o PDT

Dep. Sérgio Aguiar (Pros)

 
O deputado Sérgio Aguiar (Pros) anunciou, no primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (18/02), a transferência de nove parlamentares estaduais do Partido Republicano da Ordem Social (Pros) para o Partido Democrático Trabalhista (PDT). A mudança, conforme observou, tornará a bancada do PDT majoritária na AL. “Sei que estamos tomando a decisão correta. Continuaremos dando nosso apoio aos governos Camilo Santana e  Dilma Rousseff”, frisou. A transferência de partidos se tornará possível com a promulgação da proposta de emenda constitucional (PEC) nº 182/2007, que deverá ocorrer hoje no Senado Federal. A proposta abre a possibilidade para candidatos às eleições de 2016, que exercem mandatos como vereadores ou deputados, mudarem de legenda sem a acusação de infidelidade partidária. Além dos nove parlamentares estaduais, Sérgio Aguiar informou que outros quatro deputados federais e 68 prefeitos cearenses irão acompanhar a mudança, que está sendo encabeçada pelo ex-ministro e ex-governador cearense Cid Gomes. Sérgio Aguiar explicou que o PDT é um partido “moderno”, cuja maior referência é Leonel Brizola. “Cid Gomes, em seu mandato, alinhou-se muito ao idealismo de Brizola, dando muito destaque às políticas educacionais”, acrescentou. Com a mudança, a bancada do Pros deixará de existir na AL. COM AGENCIA DE NOTICIAS DA AL.CE

Genecias vai liderar o Solidariedade na Câmara Federal

genecias_noronha_na_camara_dos_deputados O deputado federal pelo Ceará, Genecias Noronha foi eleito pelo Solidariedade para ser o novo líder do partido em substituição a Arthur Maia (BA). A sigla tem 15 deputados na Casa. Há relatos não oficiais de que há a expectativa de pelo menos três novos parlamentares se filiarem ao partido de Genecias, em março, durante a janela partidária, que corresponde ao período de 30 para que políticos troquem de partido sem perder o mandato por infidelidade. O parlamentar, que está em seu segundo mandato de deputado federal, é membro suplente do Conselho de Ética e um dos defensores do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no processo disciplinar que tramita no colegiado. O nome do novo líder estava entre três cotados pelo partido, incluindo Aureo Lidio Ribeiro (RJ) e Zé Silva (MG). Assessores da legenda garantem que não houve uma disputa acirrada, mas “um certo acordo” que precisava ser oficializado. A escolha de Noronha seguiu por negociação da bancada na Câmara, sem a necessidade de votação. COM CEARAAGORA.

Danilo Forte cobra celeridade nas obras da Transnordestina

daniloforte

O deputado federal Danilo Forte (PSB) fez criticas, nesta quarta-feira, ao andamento das obras da Ferrovia Transnordestina. Foi durante a primeira audiência deste semestre da Comissão Externa da Câmara que acompanha a construção do empreendimento e que tem como presidente o tucano Raimundo Gomes de Matos. Segundo Danilo Forte, a obra que já consumiu de R$ 6 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, até agora, alcançou apenas “um trecho insignificante no Ceará”. Essa obra está sob a responsabilidade de Ciro Gomes, diretor da ferrovia que é controlada pela CSN. O parlamentar disparou: “Eu não tenho dúvidas quanto a importância do projeto como alternativa na geração de empregos da região que, inclusive, está sofrendo com a queda da dinâmica da economia de maneira muito violenta.” BLOG DO ELIOMAR

Dois ministros se licenciam para votar em liderança do PMDB

Marcelo Castro: entre a Zika e o impeachment

Marcelo Castro: entre a Zika e o impeachment cas

Os ministros Marcelo Castro (Saúde) e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) vão se licenciar do cargo até quinta-feira para votar em Leonardo Picciani para líder do PMDB na Câmara.

O Planalto não queria que Castro deixasse o posto em meio a um surto de doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti, sobretudo os casos de vírus zika, que estão sendo associados à explosão de casos de microcefalia no país. Mas o risco de derrota de Picciani para Hugo Motta, candidato de Eduardo Cunha, falou mais alto que o desgaste de imagem da saída do ministro da Saúde. Castro e Pansera acertaram a licença provisória nesta terça-feira no Palácio do Planalto. O suplente do ministro de Ciência e Tecnologia também é do PMDB, razão pela qual sua exoneração provisória não tinha sido tratada ainda. Mas como os votos são incertos e a chance de traição é alta, o governo considerou mais seguro mandar Pansera de volta para votar. VERA MAGALHÃES / VEJA

Aprovada PEC que proíbe criação de despesas sem receitas ou repasses correspondentes

senado federal

O Senado Federal aprovou nesta terça-feira (16), com 65 votos favoráveis, 1 voto contrário e 1 abstenção, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 128/2015, que impede a criação de leis que imponham ou transfiram encargos financeiros para a União, estados, municípios e Distrito Federal sem fonte de receita ou respectiva transferência de recursos por parte do governo federal. Na quarta-feira (17), os senadores votarão duas emendas à proposta e tentarão votar a matéria em segundo turno. Depois, a PEC voltará para novo exame da Câmara dos Deputados.

Leia mais...

Compartilhe