Busque abaixo o que você precisa!

Carlos Matos parabeniza os brasileiros pelo afastamento da presidente Dilma

Dep. Carlos Matos (PSDB)Dep. Carlos Matos (PSDB)Foto: Máximo Moura

 
Na ordem do dia da sessão plenária desta quinta-feira (12/05), o deputado Carlos Matos (PSDB) disse que o Brasil muda a partir de hoje e parabenizou os seis milhões de brasileiros que foram às ruas a favor do afastamento da presidente Dilma Rousseff e, em especial, os cearenses que também não se intimidaram.

Leia mais...

Capitão Wagner apoia profissionais de enfermagem do município de Camocim

Dep. Capitão Wagner (PR)Dep. Capitão Wagner (PR)Foto: Máximo Moura

 
O deputado Capitão Wagner (PR) saudou, nesta quinta-feira (12/05), durante o tempo de liderança da sessão plenária, os enfermeiros cearenses pelo dia da categoria, celebrado em 12 de maio. O parlamentar informou que recebem mensagens de enfermeiras do município de Camocim que estão com atividades paralisadas. De acordo com o deputado, dos 12 enfermeiros concursados do município, dez paralisaram as atividades. 

Leia mais...

Roberto Mesquita critica excesso de partidos no Brasil

Dep.Roberto Mesquita (PV)Dep.Roberto Mesquita (PV)Foto: Máximo Moura

 
O deputado Roberto Mesquita (PSD), nas explicações pessoais da sessão plenária desta quinta-feira (12/05) criticou a grande quantidade de partidos existentes hoje no Brasil. O parlamentar revelou que saiu do Partido Verde por não concordar com a diretoria da agremiação do Estado, que, segundo ele, mudava de opinião de acordo com o vento. Diante disso, preferiu ir para um partido maior e foi para o PSD, que tinha um ministro no governo da presidente Dilma Rousseff. "E agora o meu presidente é ministro do Michel Temer", ressaltou.

Leia mais...

Fernando Hugo lembra dos alertas sobre desgoverno petista

Dep. Fernando Hugo (PP)Dep. Fernando Hugo (PP)Foto: Máximo Moura

 
O deputado Fernando Hugo (PP) afirmou, nesta quinta-feira (12/05), no primeiro expediente, que o resultado do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff só confirma o que ele já alertava durante todos esses anos sobre o Governo petista. “A imprensa é testemunha viva do meu trabalho, alertando para o conjunto dessa obra mentirosa que tem na figura nefasta de Lula o chefe dessa organização criminosa”, destacou. Para o parlamentar, as gestões petistas foram um “desgoverno” e baseadas na mentira, falácia e enganação.

Leia mais...

Agenor Neto critica anúncio do Governo sobre implantação de novas faculdades

Dep. Agenor Neto (PMDB)Dep. Agenor Neto (PMDB)Foto: Máximo Moura

 
O deputado Agenor Neto (PMDB) criticou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (12/05), o anúncio feito ontem, pelo governador Camilo Santana, sobre a implantação de uma faculdade de Medicina no município de Iguatu. O parlamentar afirmou que o Governo do Estado quer incutir no povo cearense “uma grande mentira” ao não dar os créditos aos idealizadores do projeto.

Leia mais...

Collor vê governo em 'ruínas' e diz que alertou Dilma sobre erros

O ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTC-AL) afirmou nesta quarta-feira (11), em discurso durante a sessão do Senado que decidirá sobre a abertura do processo de impeachment, que o atual governo encontra-se em "ruínas" e que alertou, em vão, auxiliares da presidente Dilma Rousseff sobre os erros cometidos no mandato. Sem declarar como votará no processo, o senador também criticou o atual modelo de governabilidade.

Leia mais...

Tasso Jereissati – É “constrangedor” segundo processo de impeachment em 25 anos

tasso

“O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) criticou a presidente Dilma Rousseff e o sistema político de ‘imperfeições graves’, durante discurso no plenário do Senado, na votação do processo de impeachment da petista, na noite desta quarta-feira, 12. O tucano lamentou a situação do País que, pela segunda vez em 24 anos, passa por um processo de afastamento de um presidente da República.

Leia mais...

Waldir Maranhão recebeu salário como 'professor fantasma' até 2015

ENVIADO ESPECIAL / SÃO LUÍS - Waldir Maranhão saiu do meio acadêmico para se tornar deputado federal, mas o meio acadêmico não saiu dele. Ao menos de sua conta bancária. Nos dois últimos anos, apurou o Estado, o presidente interino da Câmara atuou paralelamente como “professor fantasma” da Universidade Estadual do Maranhão (Uema), recebendo silenciosamente salários mensais, tudo forma absolutamente irregular.

Leia mais...

Base de Dilma espera alcançar ao menos 30 votos contra impeachment

Diante de um cenário previsível de derrota, a base do governo trabalha, numa conta otimista, para tentar chegar a 30 votos dos 81 senadores contra o processo de impeachment de Dilma, enquanto a oposição trabalha com até 57 por sua abertura. Basta maioria simples dos presentes para que Dilma seja afastada por até 180 dias e julgada por crime de responsabilidade. Nas últimas 24 horas, senadores próximos ao Planalto não acreditavam em surpresa, ao contrário da votação na Câmara, em que havia na véspera esperança em salvar Dilma.

Leia mais...

Compartilhe