Busque abaixo o que você precisa!

Governo lança projeto Espaço 4.0 para fomentar empreendedorismo da juventude

A Secretaria Nacional da Juventude lançou hoje (16) o projeto Espaço 4.0 que vai equipar espaços comunitários com ferramentas para criação de projetos e trabalhos de manufatura. De acordo com a secretária Nacional da Juventude, Jayana Nicaretta da Silva, o objetivo é preparar os jovens para os desafios da chamada quarta revolução industrial com foco na produtividade, formação de renda, emprego e no empreendedorismo da juventude.

“A nossa expectativa é não impor limites. Dentro desse espaço grandes coisas podem surgir, acreditamos que o trabalho é, sim, o melhor programa social a se oferecer”, disse. “Que os jovens saibam iniciar o próprio negócio, não como plano B, mas como opção número 1 de quem quer vencer na vida”, ressaltou, em cerimônia no Palácio do Planalto pelo Dia Internacional da Juventude, celebrado no dia 12 de agosto.

Leia mais...

Bolsonaro suspende radares móveis nas rodovias federais

Daniel Weterman e Sandra Manfrini, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2019 | 08h28 
Atualizado 15 de agosto de 2019 | 16h15

BRASÍLIA - O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), determinou  a suspensão do uso de radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais até que o Ministério da Infraestrutura "conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas". A medida não atinge os radares fixos.

Bolsonaro manda suspender uso de radares nas rodovias federais
Bolsonaro manda suspender uso de radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais Foto: PRF/Divulgação

Leia mais...

Bolsonaro manda suspender uso de radares nas rodovias federais

Daniel Weterman e Sandra Manfrini, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2019 | 08h28 
Atualizado 15 de agosto de 2019 | 12h21

BRASÍLIA - O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), determinou  a suspensão do uso de radares estáticos, móveis e portáteis até que o Ministério da Infraestrutura "conclua a reavaliação da regulamentação dos procedimentos de fiscalização eletrônica de velocidade em vias públicas". A medida não atinge os radares fixos.

Bolsonaro manda suspender uso de radares nas rodovias federais
Bolsonaro manda suspender uso de radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais Foto: PRF/Divulgação

A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 15. De acordo com o texto, a medida tem como objetivo  "evitar o desvirtuamento do caráter pedagógico e a utilização meramente arrecadatória dos instrumentos e equipamentos medidores de velocidade".

Leia mais...

Camilo recebe aliados em meio a cobranças por liberação de recurso

CAMILO COM DEPUTADOS

O governador Camilo Santana (PT) tem intensificado, desde a semana passada, reuniões com os deputados da sua base de apoio - 39 dos 46 -, na Assembleia Legislativa. As investidas ocorrem em meio a cobranças de alguns parlamentares, por exemplo, pela liberação de emendas - verbas que eles indicam no Orçamento do Estado - para obras nos municípios onde são votados. A expectativa de deputados é de que as demandas levadas ao governador tenham "resolutividade".

O clima entre os parlamentares já é de eleições, de olho em 2020. Reservadamente, alguns reconhecem o fato de serem recebidos no Palácio Abolição, mas reclamam resultados dos pedidos que fazem a respeito dos colégios eleitorais. De qualquer forma, os encontros são um gesto do governador para se aproximar da sua base de apoio, que é muito ampla e diversa, e pacificar "ruídos" que possam existir. Desta vez, o presidente da Assembleia, deputado José Sarto (PDT), está articulando reuniões individuais de Camilo com os deputados.

Leia mais...

Governo vai criar força-tarefa pró-Amazônia

O governo decidiu criar uma força-tarefa pró-Amazônia para elaborar propostas que protejam o meio ambiente da região, mas também possam garantir o seu desenvolvimento e crescimento econômico. A iniciativa é uma resposta do governo para as críticas que vem sofrendo de ambientalistas e também do exterior contra a política adotada para proteger a Amazônia.

Um dos primeiros movimentos do governo nesse sentido foi o de convencer o senador Márcio Bittar (MDB-AC) a desistir do projeto que tinha apresentado com o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e que acabava com a obrigatoriedade de existência de área de reserva legal dentro das propriedades rurais. Em troca do gesto, que foi intermediado politicamente pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, e teve aval do presidente Jair Bolsonaro, Bittar terá papel importante na discussão dos projetos do governo para a região.

“Hoje, durante a reunião preparatória para a criação da Força-Tarefa Pró-Amazônia, em que vai se discutir, entre outros assuntos, o zoneamento econômico-ecológico, o pagamento por serviços ambientais, monitoramento, regularização fundiária, planos de manejo, enfim todas as atividades que vão dar dinamismo econômico para a floresta, o senador Márcio Bittar concordou em retirar o projeto que altera a reserva legal, de sua autoria e do senador Flávio Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro pediu para agradecer ao senador, que vai participar ativamente deste grupo que vai traçar políticas públicas importantes para toda a região”, disse Salles, depois da conversa com o senador. “Esse grupo vai tratar da questão fundamental, que é combater a pobreza na Amazônia brasileira. Programas verdadeiros que possam enfrentar esse desafio, que é o nosso objetivo. Tanto eu, como Flávio Bolsonaro, concordamos e vamos participar ativamente desse trabalho, que vai combater um grande mal”, acrescentou Bittar. /Marcelo de Moraes / BR 18

Bolsonaro viaja ao Piauí para inaugurar escola com seu nome e homenagear militar

João Pedro Pitombo / FOLHA DE SP
 
JAIR COM GUEDES
PARNAÍBA (PI)

presidente Jair Bolsonaro (PSL) desembarca nesta quarta-feira (14) em Parnaíba (335 km de Teresina) para cumprir uma agenda cercada de simbolismos para o primeiro militar à frente da Presidência da República desde o fim ditadura militar (1964-1985). 

Em Parnaíba, que é a segunda maior cidade do Piauí, o presidente vai inaugurar uma escola erguida pelo Sesc (Serviço Social do Comércio) que seguirá modelo de ensino militarizado, uma das principais bandeiras do presidente no campo da educação. 

A escola foi batizada com o nome do próprio presidente e se chamará Escola Presidente Jair Messias Bolsonaro.

Como pertence ao Sesc, entidade do sistema S cuja principal fonte de receita é a contribuição dos empresários do setor do comércio, não há restrição legal para que a escola seja batizada com o nome do presidente.   

A iniciativa da homenagem partiu do presidente do conselho regional do Sesc no Piauí, Valdeci Cavalcante: “Não estamos homenageando o Bolsonaro. Ele é que irá nos homenagear se aceitar colocar seu nome em nossos anais”, afirmou o empresário à Folha.

A escola terá em seu currículo a disciplina “educação, moral e cívica”, instaurada nas escolas durante a ditadura militar para ensinar sobre civismo e patriotismo.

Também nesta quarta-feira, no Piauí, o presidente participa da “inauguração” de uma avenida batizada com o nome do general João Baptista Figueiredo, último dos presidentes da ditadura, que governou o Brasil de 1979 a 1985.

Leia mais...

Contra pressões, Receita pode virar autarquia

Adriana Fernandes e Idiana Tomazelli, O Estado de S. Paulo

13 de agosto de 2019 | 05h01

BRASÍLIA - O Ministério da Economia estuda transformar a Receita Federal numa autarquia em modelo parecido com o das agências reguladoras. A ideia já era discutida internamente, mas ganhou status de prioridade pela necessidade que o governo vê de “blindar” o órgão diante do avanço de iniciativas no Congresso e no Judiciário contra o que tem sido tratado como atuação política de auditores.

Ao mesmo tempo, a medida é vista pela equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes, como uma forma de abrir espaço para que pessoas de fora da carreira possam integrar a direção. O discurso oficial será de que é preciso “oxigenar” o órgão. O diagnóstico no governo é de que o Fisco hoje é um organismo fechado e corporativista. Os auditores, porém, veem nessa abertura risco para o trabalho de investigação do órgão.

As principais reclamações contra a Receita têm como pano de fundo vazamentos de informações de contribuintes, acesso a dados de autoridades – incluindo o presidente Jair Bolsonaro e seus familiares –, e embate entre os Poderes.

Leia mais...

Bolsonaro diz que acabará com radares móveis em estradas 'a partir da semana que vem'

 

Gabriel Wainer, O Estado de S.Paulo

12 de agosto de 2019 | 12h45

SÃO PAULO  O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta segunda-feira, 12, que pretende acabar com os radares móveis nas estradas brasileiras. A declaração ocorreu em uma cerimônia de liberação de um trecho de 47 quilômetros de duplicação da BR-116 na cidade de Pelotas, no interior do Rio Grande do Sul.

Estradas
Bolsonaro promete acabar com radares móveis em estradas brasileiras Foto: DANIEL TEIXEIRA/ESTADAO

"Estou com uma briga na Justiça, junto com o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, para acabar com os radares móveis do Brasil", disse o presidente em seu discurso. "Isso é coisa de uma máfia de multas, é um dinheiro que vai para o bolso de poucos aqui no Brasil, é uma indústria de multas", comentou. E prometeu: "A partir da semana que vem, não teremos mais essa covardia de radares móveis no Brasil".

Leia mais...

Veja o valor das duas parcelas do 13º do aposentado do INSS

Fernanda Brigatti / FOLHA DE SP
SÃO PAULO

A primeira parcela do abono de Natal de aposentados e pensionistas do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) começa a ser paga no dia 26 deste mês e os segurados conseguem calcular quanto receberão. Quem já recebia um benefício previdenciário em janeiro deste ano terá exatamente metade do valor de sua aposentadoria ou pensão.

O trabalhador que está afastado recebendo auxílio-doença também tem direito ao benefício, mas o cálculo é diferente e a parcela será menor do que a metade.

Esse é o caso também dos segurados aposentados ou com a pensão concedida a partir de fevereiro --há o direito ao 13º salário, mas o valor é proporcional ao número total de meses em que o benefício terá sido pago até o fim deste ano.

A antecipação da parcela foi confirmada na semana passada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), que enviou uma medida provisória ao Congresso, na qual altera a lei que regula os benefícios pagos pela Previdência Social. As MPs começam a valer na data de publicação, portanto, a regra já está em vigor.

Leia mais...

Administração lança "Quinta da Economia Solidária"

A Prefeitura Municipal de Frecheirinha, visando valorizar e incentivar o empreendedorismo local, dará início na próxima quinta-feira (08/08), a partir das 18:30 h, ao evento denominado QUINTA DA ECONONIA SOLIDÁRIA, com o objetivo de acolher na Praça do Centro Administrativo Municipal os produtores de artesanato, moda, gastronomia e culinária, ações de reciclagem e atividades culturais produzidas no município de Frecheirinha.
Toda a comunidade frecheirinhense e visitantes estão convidados a prestigiar o desenvolvimento dos pequenos negócios locais e incentivar a atividade dos pequenos empreendedores de nossa cidade e comunidades rurais. 
A QUINTA DA ECONOMIA SOLIDÁRIA é um experimento pioneiro em nossa cidade e funcionará inicialmente uma vez por mês, sempre na segunda quinta-feira do mês. Posteriormente, com a adesão de um maior número de empreendedores, a estratégia poderá ser revista e a feirinha tornar-se quinzenal ou mesmo semanal.

Compartilhar Conteúdo