Busque abaixo o que você precisa!

Bolsonaro anuncia general assessor de Dias Toffoli para o Ministério da Defesa

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2018 | 09h22

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou nesta terça, 13, pelo Twitter, o nome do general Fernando Azevedo e Silva, ex-chefe do Estado Maior do Exército, como seu indicado para estar à frente do Ministério da Defesa em seu governo. Em setembro, Azevedo e Silva foi indicado pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, como assessor do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli

O primeiro nome cotado para o Ministério era o do general Augusto Heleno, que acabou sendo indicado por Bolsonaro para o Gabinete de Segurança Institucional (GSI). "Bom Dia! Comunico a todos a indicação do General-de-Exército Fernando Azevedo e Silva para o cargo de Ministro da Defesa", escreveu Bolsonaro.

Fernando Azevedo e Silva
O general Fernando Azevedo e Silva, fez questão de relembrar que as Forças Armadas apresentaram o maior índice de confiabilidade entre as demais instituições nacionais, superior a 80%. Foto: Fabio Motta/Estadão

Com o general, já são cinco os ministros definidos por Bolsonaro. Além de Azevedo e Silva na Defesa, já foram confirmados por Bolsonaro o economista Paulo Guedes na Economia; o astronauta Marcos Pontes na Ciência e Tecnologia; a deputada federal Tereza Cristina na Agricultura e o deputado federal Onyx Lorenzoni na Casa Civil.

Leia mais...

Consumo de água volta a crescer na Capital e Região Metropolitana

AGUA PREOCUPA CAPITAL

 

Após um padrão linear no consumo de água durante o primeiro semestre de 2018, voltou a crescer o gasto em Fortaleza e Região Metropolitana. De julho a setembro, o volume médio por ligação passou de 10,55 metros cúbicos (m³) para 11,28 m³, segundo dados da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). A variação representa um crescimento de 6,91%.

 

O total gasto foi o segundo maior do ano, atrás apenas do consumido de janeiro, com 11,59 m³ por ligação. Com uma instabilidade hídrica ainda em curso, segundo destaca o presidente da Companhia, Neuri Freitas, não é o momento para esse patamar de consumo, sendo o gasto mais próximo dos 10 m³ por ligação o mais ideal. "Continuamos com restrição hídrica. Tivemos uma melhora de chuvas esse ano, mas nas regiões centro e sul não foi tão bom. Precisamos continuar em alerta e segurar o consumo", afirma.

Leia mais...

Prefeitura de SP quer conceder e dar novo uso às áreas debaixo de viadutos

Priscila Mengue, O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2018 | 03h00

 

SÃO PAULO - “Cidade dos viadutos” é uma expressão que já foi atribuída a São Paulo, que reúne 168 construções do tipo. Em geral, a maior atenção para essas estruturas costuma ser para a parte superior e a circulação de veículos. Uma iniciativa da Prefeitura pretende, contudo, voltar-se para os chamados “baixios” de viadutos, com o objetivo de concedê-los à iniciativa privada.

Prefeitura de SP quer conceder e dar novo uso às áreas debaixo de viadutos
Sob o Viaduto da Lapa, comércios e estacionamento já funcionam e deverão receber análise da Prefeitura  Foto: VALERIA GONCALVEZ/ESTADAO

A gestão Bruno Covas (PSDB) selecionou 55 baixos de viadutos e sete de pontes com potencial para uso. Em uma segunda fase, o número pode chegar a 120. A ideia será testada em um projeto-piloto nos viadutos Pompeia, Antártica e da Lapa, na zona oeste. Para receber ideias, a Prefeitura abriu um Procedimento Preliminar de Manifestação de Interesse (PPMI) até 5 de dezembro. 

Leia mais...

Transição faz pente-fino em cúpulas dos bancos estatais

Tânia Monteiro e Leonencio Nossa, O Estado de S.Paulo

13 Novembro 2018 | 05h00

BRASÍLIA - A equipe do presidente eleito, Jair Bolsonaro, pretende fazer um pente-fino nas próximas semanas no que classifica como “aparelhamento” dos bancos federais nas gestões do MDB e do PT. As informações, segundo integrantes da transição, estão sendo levantadas por “grupos voluntários” de funcionários de carreira do Banco do Brasil (BB), da Caixa Econômica Federal (CEF), do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), do Banco do Nordeste (BNB) e do Banco da Amazônia (BASA). Eles começaram a preparar relatórios sobre quem é quem em cargos com salários entre R$ 30 mil e R$ 60 mil.

Leia mais...

Onyx ataca quem ajuda a preservar a Amazônia

Ministro extraordinário da transição e futuro chefe da Casa Civil de Jair Bolsonaro, Onyx Lorenzoni abespinhou-se com perguntas de jornalistas sobre meio ambiente. De repente, a pretexto de criticar ONGs estrangeiras que recebem parte das multas aplicadas pelo Ibama, o ministro atacou a Noruega. Deu de ombros para o fato de que o país é o principal financiador do Fundo Amazônia, o maior projeto de cooperação internacional para preservar a floresta amazônica.

“A floresta norueguesa, quanto eles preservaram?”, indagou Onyx aos repórteres a certa altura. “O Brasil preservou a Europa inteira, territorialmente, com as nossas matas, mais cinco Noruegas. Os noruegueses têm que aprender com os brasileiros, não a gente aprender com eles”, disse Onyx, antes de dar a entrevista por encerrada.

Leia mais...

Mandetta pode ser ministro da Saúde, diz Bolsonaro

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse hoje (12) que está examinando o nome do deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS) para assumir o Ministério da Saúde. Mandetta é ortopedista pediátrico, não se candidatou novamente e portanto ficará sem mandato no próximo ano. Ele se reuniu de manhã com Bolsonaro e conversaram sobre a possibilidade de assumir a pasta.

Leia mais...

Prefeito de São Gonçalo é investigado por compra milionária de terreno

OMinistério Público do Estado do Ceará (MP-CE) investiga mais um escândalo financeiro que envolve a administração do prefeito Cláudio Pinho (PDT), do Município de São Gonçalo do Amarante, na Região Metropolitana de Fortaleza (a 55 km da Capital). A negociata envolve a soma de R$ 1,8 milhão, dinheiro tiraddos cofres da Prefeitura para pagar a desapropriação de um terreno que, na época da aquisição, valia apenas R$ 23 mil.

Leia mais...

Paciente do HGF denuncia não realização de exame de ressonância magnética no fim de semana

"A situação é essa", começa a dizer em um vídeo o senhor Flávio Freitas, durante gravação em seu celular na emergência do Hospital Geral de Fortaleza (HGF): "meu sogro, suspeito de AVC, e o hospital não faz ressonância magnética no fim de semana a pedido dos médicos, obrigando o paciente a ficar dois dias no hospital, sem medicação e sem fazer a ressonância pra ter certeza do AVC”.

Leia mais...

Ceará tem apenas 2 bilhões de metros cúbicos de água para abastecimento da população

O secretário dos Recursos Hídricos do Ceará, Francisco Teixeira, afirmou que o Ceará tem apenas 2 bilhões de metros cúbicos de água para o abastecimento estadual. O número corresponde a apenas 12% do total de 18,7 bilhões de metros cúbicos que o Estado pode armazenar em seus reservatórios. A declaração foi dada em entrevista aos jornalistas Luzenor de Oliveira e Beto Almeida na edição desta quarta-feira, 7, do Jornal Alerta Geral (Rádio FM 104.3 – Expresso Grande Fortaleza + 26 emissoras no Interior).

O secretário dos Recursos Hídricos destaca que a estação chuvosa deste ano propiciou uma recarga de alguns dos açudes cearenses, fazendo a reserva hídrica subir de 7% para 14%. Desde o fim da quadra invernosa, em maio, o percentual caiu para 12%. Teixeira reforça, contudo, que o Ceará permanece em estado de alerta e lembra que a Secretaria está fazendo um monitoramento constante dos reservatórios cearenses.

Leia mais...

Novo governo vai herdar 7,3 mil obras inacabadas

Uma herança no mínimo indesejável será recebida pelo governo de Jair Bolsonaro – cerca de 7,3 mil obras inacabadas. Esses empreendimentos representam mais de R$ 32,5 bilhões em investimentos até sua conclusão. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Leia mais...

Compartilhe