Busque abaixo o que você precisa!

Governo antecipa primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) receberão a primeira parte do 13º salário junto com a remuneração de agosto. A primeira parcela do abono anual corresponderá a até 50% do valor do benefício.
 
O decreto autorizando a antecipação foi assinado hoje (16) pelo presidente Michel Temer, mas ainda não foi publicado no Diário Oficial da União. A medida deve injetar R$ 21 bilhões na economia do país e movimentar o comércio e outros setores.

Leia mais...

INSS: extrato previdenciário pode ser obtido pela internet; veja outros serviços que não requerem ida a agências

A partir desta segunda-feira (16), os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) já podem fazer consultas ao extrato previdenciário (CNIS) pela internet ou fazer agendamento para buscá-lo em uma unidade de atendimento.

O INSS vem adicionando vários serviços que podem ser feitos pela internet com o objetivo de melhorar o fluxo de atendimento nas agências.

Leia mais...

Milhares de imóveis quase prontos deixam de ser entregues à população

Obras inacabadas que se arrastam durante anos, algumas faltando apenas detalhes para ficarem prontas. Milhares de imóveis do programa Minha Casa, Minha Vida estão nessa situação: quase prontos, mas sem poder ser entregues à população carente que tanto precisa de um teto. Veja na reportagem do Fantástico. / TV GLOBO

Marun disse que aliados do governo terão de entregar os cargos se apoiarem Ciro

Vera Rosa e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

13 Julho 2018 | 12h25

BRASÍLIA - O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse nesta sexta-feira, 13, que os partidos da coalizão que apoiarem Ciro Gomes,  pré-candidato do PDT ao Palácio do Planalto, devem entregar os cargos na equipe do presidente Michel Temer. O Centrão, formado por PP, DEM, Solidariedade e PRB, avalia a possibilidade de se aliar a Ciro e anunciará sua posição nos próximos dias. Marun classificou a investida do pedetista sobre o bloco como “uma completa hipocrisia”.

Leia mais...

Estudo da CNI diz que projeto atual da Transnordestina é inviável Leia mais: https://epoca.globo.com/expresso/estudo-da-cni-diz-que-projeto-atual-da-transnordestina-inviavel

Obra da Ferrovia Transnordestina em Pernambuco Foto: Nilton Fukuda / Estadão Conteúdo
Obra da Ferrovia Transnordestina em Pernambuco - Nilton Fukuda / Estadão Conteúdo

A ferrovia Transnordestina é um dos destaques negativos do estudo elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) sobre obras paralisadas no país e seus desperdícios. De acordo com a entidade, o projeto atual de financiamento e gestão da ferrovia é inviável.

A CNI recomenda a mudança para um projeto menos ambicioso tecnologicamente e mais econômico.

De acordo com o atual desenho, a ferrovia terá mais de 1,7 mil quilômetros. Só que ela já custou mais de R$ 6,2 bilhões e não há prazo para ser concluída.

Apesar de ser controlada por uma subsidiária da CSN, a ferrovia recebeu bilhões em financiamento público. / ÉPOCA




MP investiga exoneração em massa na prefeitura do Rio para contratação de pessoas ligadas à Igreja Universal

Além da denúncia apresentada à Justiça do Rio por atos de improbidade administrativa do prefeito Marcelo Crivella (PRB), o Ministério Público do estado apura exoneração em massa de servidores da prefeitura para contratação de pessoas ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus. Tal situação é apurada nas secretarias da Casa Civil, Assistência Social, Educação e Cultura, além da Fundação de Parques e Jardins.

Leia mais...

Medida provisória do saneamento será alvo de ação no STF

A medida provisória que altera o marco legal do saneamento básico, publicada na segunda-feira (9), deverá ter sua constitucionalidade questionada no STF (Supremo Tribunal Federal).

Associações ligadas ao setor de saneamento, agências reguladoras e entidades de municípios se reunirão na próxima semana, na quarta-feira (18), para debater quais pontos da MP poderão constar em uma ADI (Ação Direta de Inconstitucionalidade), afirmou Fernando Alfredo Rabello Franco, presidente da Abar (Associação Brasileira de Agências de Regulação).

Leia mais...

Inspirado na indústria de carros, SUS quer reduzir lotação em emergências

Cláudia Collucci / FOLHA DE SP
SÃO PAULO

Péssimo atendimento. Estava com dores fortes no peito e na cabeça e fiquei oito horas esperando para uma médica receitar um Buscopan [analgésico] em gotas”, diz Daniel, 35, no pronto-socorro da Santa Casa de São Paulo (região central).

A 10 km dali, no Hospital do Mandaqui (zona norte), as reclamações são parecidas. A demora no pronto-socorro chega a dez horas e há cerca de 40 pacientes deitados em macas.

Leia mais...

União tem gasto de R$ 18,2 bilhões com estatal ‘dependente’

Anne Warth, O Estado de S.Paulo

10 Julho 2018 | 05h00

BRASÍLIA - Com injeção de R$ 18,2 bilhões do Tesouro por ano para fechar as contas, as estatais “dependentes” – aquelas incapazes de gerar receitas para bancar suas próprias despesas – pagam salário médio mensal de R$ 13,4 mil para cada um dos funcionários, segundo levantamento do Ministério do Planejamento obtido pelo Estadão/Broadcast. Esse valor é seis vezes superior ao rendimento médio dos trabalhadores com carteira assinada do País (R$ 2,2 mil). O gasto por empregado dessas estatais é também maior que o do Executivo federal, que paga em média para cada servidor pouco mais de R$ 10 mil por mês.

Leia mais...

Remanejamento de servidores

O Estado de S.Paulo

09 Julho 2018 | 03h00

Pressionado pelos claros abertos nos órgãos e entidades da administração pública federal pela aposentadoria de funcionários qualificados e sem condições financeiras para promover concursos públicos com o objetivo de escolher seus substitutos, por causa da queda da arrecadação causada pela recessão econômica, o governo apelou para o bom senso. Por meio de uma portaria publicada no Diário Oficial da União no dia 4 de julho, o Ministério do Planejamento foi autorizado a promover o remanejamento compulsório de servidores públicos.

Leia mais...

Compartilhe