Busque abaixo o que você precisa!

Prefeituras decretam Estado de Calamidade Financeira para mostrar o colapso da administração local

EBCA palavra calamidade é usada para indicar catástrofe, desgraça pública e flagelo. Na área da administração pública, os governos têm garantidos o direto de decretar Estado de Calamidade Pública ou Situação de Emergência por conta de anormalidades causadas por fenômenos naturais. No entanto, a partir de 2008, quando a crise financeira dos Municípios começou a agravar, o termo Estado de Calamidade Financeira tem se tornado cada vez mais comum. Uma forma que as Prefeituras têm encontrado de divulgar os efeitos da crise econômica. 

Não é de hoje que a Confederação Nacional de Municípios (CNM) tem alertado para a crise financeira das administrações Municipais, agravada pelas distorções do Pacto Federativo. Segundo avisou o presidente da entidade, Paulo Ziulkoski, por vezes, aos gestores municipais estavam caminhado para um colapso. Ele dizia que, em um futuro breve, a gestão se tornaria uma calamidade – impossível de se governar. E pelo jeito, esse futuro chegou. 

A gramática brasileira define como Estado de Calamidade Pública uma situação anormal, provocada por desastres, causando danos e prejuízos que impliquem o comprometimento substancial da capacidade de resposta do poder público do ente atingido. Por este aspecto, os Decretos de Calamidade Financeira se encaixam perfeitamente. Porém, a CNM esclarece que diferente dos decretes motivados, desastres climáticos, pelo excesso de chuva ou estiagem, não têm nenhum efeito legal. 

Leia mais...

Ceará é líder em microgeração de energia eólica no Brasil

 

eolica_dtO Ceará ocupa o primeiro lugar no mercado eólico brasileiro de geração distribuída, que é a geração elétrica realizada pelo próprio consumidor a partir de fontes renováveis ou de alta eficiência energética. Ao todo, são 20 unidades ou centrais geradoras eólicas com potência instalada de 56,1 KW (quilowatts), o que corresponde a 33,43% da potência instalada de geração distribuída no Brasil.

Leia mais...

PMDB e Temer estão preparados para assumir, diz líder do partido no Senado

Peemedebista Eunício Oliveira, líder do PMDB no Senado, concede entrevista para o 'Estado' em seu gabinete no Senado, em Brasília

Líder do PMDB no Senado e um dos principais aliados da presidente Dilma Rousseff, Eunício Oliveira (CE) diz que o vice-presidente Michel Temer está pronto para assumir o governo se a petista for afastada. “Se os fatos avançarem e levarem à condição de o vice Michel Temer, presidente do meu partido, ter de assumir, obviamente que ele está preparado e o partido está preparado”, disse.

Leia mais...

Um país indignado - ISTOÉ

Duas palavras que assombram os brasileiros há algum tempo ganharam mais força nas últimas semanas. Crise e corrupção nunca foram expressões tão cotidianas. O avanço das investigações da Operação Lava Jato, encabeçada pela Polícia Federal, pelo Ministério Público e o Poder Judiciário desvenda um emaranhado assustador que eleva a perplexidade e a indignação à mais alta potência. A sensação se soma ao temor pelo colapso econômico. O número de desempregados chegou ao nível recorde de nove milhões, paralisando setores fundamentais. 

1Pais.jpg

O cenário turbulento reflete diretamente no índice de aprovação do governo Dilma Rousseff. De acordo com a última pesquisa Ipsos, realizada em fevereiro, apenas 5% dos entrevistados considera a gestão da presidente boa ou ótima. Dados como esses demonstram o quanto o País está ingovernável. Nas ruas, protestos e panelaços dão o tom do sentimento de revolta e repulsa. “Não é possível governar sem a confiança do povo”, diz o jurista Ives Gandra. Uma maioria indignada da sociedade assume um papel crucial no processo de mudança. 

Leia mais...

Decreto de Pezão transfere pagamento de servidores

DINHEIRO LAVA 23

 

RIO - Esperando que o salário de fevereiro caísse na quarta-feira em suas contas, servidores do estado foram surpreendidos com o decreto do governador Luiz Fernando Pezão, publicado no Diário Oficial, determinando que, a partir de agora, os pagamentos só serão efetuados no décimo dia útil de cada mês. O secretário estadual de Fazenda, Julio Bueno, garantiu que, sexta-feira, ao longo do dia, os salários atrasados serão depositados. O novo adiamento é mais um sintoma da fragilidade das contas do estado. Desde o início do ano, o pagamento, que costumava ser no segundo dia útil, foi transferido para o sétimo.

Leia mais...

Com boas chuvas, 17 cidades cearenses deixam Operação Carro-Pipa

chuva

As chuvas que caíram no Ceará nos dois primeiros meses do ano foram suficientes para que 17 municípios deixassem de depender da operação Carro-Pipa do Governo Federal. No entanto, pelo menos um deles já deve voltar a ser socorrido devido às poucas precipitações deste mês. Duas outras cidades aguardam avaliação para passar a receber esse tipo de assistência, que, atualmente, fornece água a 130 prefeituras.

Leia mais...

Dilma sanciona lei que amplia de 5 para 20 dias licença-paternidade

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência informou que a presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (8), sem vetos, a lei que cria a Política Nacional Integrada para a Primeira Infância e que permite, entre outros pontos, que as empresas possam ampliar de 5 para 20 dias a duração da licença-paternidade. O texto foi aprovado pelo Senado no início do mês passado e já havia tramitado na Câmara dos Deputados. Com a sanção, a lei entra em vigor. Conforme o texto, a licença paternidade poderá ter mais 15 dias, além dos cinco já estabelecidos por lei, para os funcionários das empresas que fazem parte do Programa Empresa Cidadã. A prorrogação da licença também valerá para os empregados que adotarem crianças.

Leia mais...

Dilma apela a sindicatos e movimentos sociais para evitar enfrentamento no domingo

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff aproveitou a reunião de coordenação política, nesta terça-feira, 8, para apelar a todos os ministros e aos partidos que eles representam, especialmente o PT, que cancelem os eventos marcados para o próximo domingo, pelo menos nas cidades onde já existem eventos agendados, a fim de evitar violência e graves confrontos. Principal preocupação da presidente é com a segurança neste tipo de manifestação. O governo não quer que ocorra “de jeito nenhum” um confronto direto entre militâncias contrárias porque teme um desfecho trágico de episódios como este.

Leia mais...

Mais de mil Municípios estão com o FPM suspenso pelo não envio de dados ao Siops

AGUO Fundo de Participação dos Municípios (FPM) está suspenso em 1.019 Municípios. Conforme a Confederação Nacional de Municípios (CNM) alertou, diversas vezes, a medida é a penalidade pelo não cadastramento e homologação dos gastos com a Saúde, nos últimos dois meses de 2015, no Sistema de Informações sobre Orçamento Público em Saúde (Siops). O prazo para cumprir a obrigatoriedade terminou no dia 2 de março. 

Se esses Municípios não cadastrarem as informações, o mais rápido possível, ficarão sem a verba do Fundo já neste decêndio. Pelo calendário nacional, o primeiro repasse do FPM entrará nas contas nesta quinta-feira, 10 de março. A sanção está prevista no Decreto 7.827/2012, que dispõe sobre os procedimentos de condicionamento e restabelecimento das transferências constitucionais. Ele também prevê a suspensão e restabelecimento das transferências voluntárias da União, nos casos de descumprimento da aplicação de recursos em ações e serviços públicos em saúde – conforme orienta a Lei Complementar 141/2012.

Diante desse esclarecimentos, a CNM destaca ainda que a serão objeto de condicionamento e suspensão legal dentre outros o Fundo de Participação dos Estados (FPE) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para os Estados e para os Municípios: Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o Imposto sobre a Propriedade Rural (ITR).

Para regularizar a suspensão, decorrente da ausência de informações homologadas no Siops, o Ente deve transmitir e homologar os dados do exercício financeiro do 6.º bimestre do ano passado, urgentemente. De acordo com a CNM, o cadastramento das informações promoverá o restabelecimento/desbloqueio dos valores suspensos, em até 72 horas após a atualização do Sistema e o envio dos dados ao Banco do Brasil. 

Leia mais...

Compartilhe