Busque abaixo o que você precisa!

Candidato do PDT em MS está pronto para anunciar apoio a Bolsonaro

Juiz aposentado enfrenta o tucano Reinaldo Azambuja no segundo turno

O juiz federal Odilon de Oliveira Foto: Emiliano Capozoli / ÉPOCA
O juiz federal Odilon de Oliveira - Emiliano Capozoli / ÉPOCA

Candidato do PDT ao governo do Mato Grosso do Sul, o juiz Odilon está pronto para anunciar apoio ao candidato do PSL ao Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro. Odilon enfrentará no segundo turno o tucano Reinaldo Azambuja. Em Mato Grosso do Sul, Bolsonaro recebeu 55% dos votos válidos.

Outro candidato do PDT que já anunciou apoio a Bolsonaro foi Amazonino Mendes, do Amazonas. O presidente do partido, Carlos Lupi, disse a EXPRESSO lamentar que Amazonino tenha declarado apoio ao capitão reformado do Exército antes de a direção nacional do PDT ter se manifestado sobre o assunto. ÉPOCA




Bolsonaro lidera com folga

BOLSONARO promete 13º salário a beneficiários do Bolsa Família NELSON ALMEIDA/ AFP

Na primeira rodada do Datafolha no segundo turno da corrida presidencial, Jair Bolsonaro (PSL) lidera com 58% das intenções de votos válidos ante 42% de Fernando Haddad (PT).

A forma de contabilizar os votos utilizada pelo instituto exclui os brancos, nulos e indecisos, que é a metodologia empregada pela Justiça Eleitoral no dia da eleição, marcada para 28 de outubro.

Leia mais:Bolsonaro lidera com folga

Bolsonaro prevê R$ 100 bi para 'super Bolsa Família' e vagas em creches

Julio WiziackMariana Carneiro
BRASÍLIA

A equipe de Jair Bolsonaro (PSL) prepara duas propostas de grande porte na área social que serão financiadas com o cancelamento de cerca de R$ 68 bilhões em benefícios hoje direcionados a trabalhadores e empresários.

Os dois novos programas custarão quase R$ 100 bilhões por ano ao governo.

Se o candidato for eleito, a ideia é ampliar o Bolsa Família criando uma dimensão "super" ao programa que virou a grande marca da era petista.

[ x ]

A outra proposta prevê a universalização de creches para bebês e crianças de até três anos de idade.

Ambas as iniciativas acenam para famílias com renda domiciliar per capita de até um salário mínimo, especialmente do Norte e do Nordeste, e preservam o acesso de mulheres ao mercado de trabalho.

São os eleitores mulheres e de grupos mais pobres os que apresentam maior resistência à candidatura do capitão reformado do Exército.

Leia mais:Bolsonaro prevê R$ 100 bi para 'super Bolsa Família' e vagas em creches

Derrotas em redutos de aliados tiraram Eunício do Senado

Derrotas em redutos dominados por candidatos da base aliada foram decisivas para o fracasso de Eunício Oliveira (MDB) contra Eduardo Girão (Pros) na disputa pelo Senado. Entre os 33 municípios do Ceará onde o emedebista perdeu para o adversário, apenas dois não deram votações expressivas para deputados eleitos aliados de Camilo Santana (PT).

Em todos os outros, pelo menos um candidato próximo do governo foi eleito com grande votação que não se refletiu em votos para Eunício. Observando o mapa das vitórias de Girão, real empenho de deputados da base pela vitória do emedebista fica sob suspeita. Durante a campanha, foram vários os rumores sobre "traições" de aliados contra Eunício.

Leia mais:Derrotas em redutos de aliados tiraram Eunício do Senado

A Democracia valorizada nas urnas

Na semana passada, o instituto de pesquisa Datafolha revelou que o apreço pela democracia nunca foi tão forte no Brasil como agora. Para 69% dos eleitores brasileiros, a democracia é sempre a melhor forma de governo. Na pesquisa anterior, no mês de junho deste ano, 57% haviam apoiado incondicionalmente a democracia. Na série histórica, o menor índice ocorreu em fevereiro de 1992, quando apenas 42% dos brasileiros manifestaram apoio incondicional à democracia.

Leia mais:A Democracia valorizada nas urnas

Compartilhe