Busque abaixo o que você precisa!

Políticos fundaram o MFP, Movimento Fora Povo

Os políticos brasileiros fundaram o MFP, Movimento Fora Povo. Todas as pesquisas de opinião informam que a corrupção está na lista dos problemas que mais inquietam o brasileiro. A Lava Jato animava a plateia com a perspectiva de igualar todos os transgressores perante a lei. De repente, o vendaval que ameaçava os corruptos foi substituído pela mesma velha brisa de sempre —a brisa da impunidade.

Leia mais:Políticos fundaram o MFP, Movimento Fora Povo

Para onde caminha a sucessão

O quadro sucessório brasileiro, a um ano da eleição, apresenta sinais de esquizofrenia latente por obra e força das circunstâncias. Do ambiente de degradação econômica, ainda predominante, ao vendaval de mazelas políticas, passando pela falta de melhores opções disponíveis, tudo é motivo para o flerte com alternativas radicais.

Leia mais:Para onde caminha a sucessão

FHC diz ter medo de Bolsonaro porque deputado 'tem a possibilidade de poder'

Cláudia Trevisan / CORRESPONDENTE, O Estado de S.Paulo

16 Novembro 2017 | 22h18

ctv-9uh-fhc-so-paulo
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso Foto: JF DIORIO/ESTADÃO

Washington - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse nesta quinta-feira, 16, que não pode descartar a possibilidade de o Brasil repetir a experiência italiana depois da Operação Mãos Limpas e eleger um presidente de direita similar a Silvio Berlusconi na esteira da Lava Jato. Embora não tenha citado nomes, ele deixou claro que considera o deputado e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) a principal ameaça nas eleições do próximo ano.

Leia mais:FHC diz ter medo de Bolsonaro porque deputado 'tem a possibilidade de poder'

Adeus aos salvadores da Pátria

*Fernando Gabeira, O Estado de S.Paulo

17 Novembro 2017 | 03h02

De passagem pelo Brasil, um dirigente espanhol do Podemos, Rafael Mayoral, afirmou que a esquerda não vai salvar as pessoas e o essencial é fortalecer a sociedade para que ela possa controlar qualquer governo no poder. Não vi o restante do seu discurso. Mas até onde li, concordo. De certa forma, tenho usado esse argumento com novos grupos que querem a mudança no Brasil.

Leia mais:Adeus aos salvadores da Pátria

Tucanos chutam aliados, petistas os buscam

Vejam vocês como são as coisas. Quase ao mesmo tempo em que o tucano Bruno Araújo deixava o ministério das Cidades aqui no Brasil, lá longe, na Alemanha, a ex-presidente Dilma Rousseff repetia a, por assim dizer, generosidade de Luiz Inácio Lula da Silva e, ora vejam, também ela encontrava, como queria Cazuza, um abrigo no peito do seu traidor. Também ela perdoava os golpistas.

Leia mais:Tucanos chutam aliados, petistas os buscam

Compartilhe

WPROO | CRIAÇÃO DE SITES