Busque abaixo o que você precisa!

Parque do Cocó deve ser oficializado com 1.050 ha

A expectativa da Secretaria do Meio Ambiente é que o governador assine o decreto da regulamentação da área em junho ( FOTO: FERNANDO TRAVESSONI )

Criar o Parque Estadual do Cocó, com área total de 1.050,85 hectares e de proteção integral. Essa é a proposta final do governo do Estado para demarcação e regulamentação da área ambiental do Cocó, apresentada ao Fórum Permanente pela Implantação do Parque Ecológico do Cocó (Fórum Cocó), na tarde de ontem, pelo secretário estadual do Meio Ambiente, Artur Bruno. Além disso, serão criadas três Áreas de Relevante Interesse Ecológico (Aries), de 315,97 hectares. Conforme o documento, as áreas protegidas totalizam 1.366,82 hectares.

O governador Camilo Santana deve assinar o decreto da regulamentação no Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho, segundo estimativa da Secretaria do Meio Ambiente (Sema). O projeto propõe, ainda, a criação de um mosaico de Unidades de Conservação (UC), que além do Parque Estadual, englobaria mais sete, entre elas, Áreas de Relevante Interesse Ecológico (Aries), somando 2.907, 44 hectares de área protegida. Neste caso, segundo ressaltou o secretário Artur Bruno, a Prefeitura de Fortaleza mudará o Plano Diretor para dar proteção integral a essas áreas. As dunas, por exemplo, serão consideradas Área de Preservação Permanente (APA). A gestão do mosaico seria conjunta entre Prefeitura municipal e Governo do Estado.

Leia mais...

PM de Goiás investiga se Bolívia mandou ônibus para ato pró-Dilma

onibus bolivia radar

A Polícia Militar de Goiás interceptou em Goiânia três ônibus vindos da Bolívia. A inteligência da PM acredita que os ônibus estavam levando manifestantes a Brasília para prestar apoio à presidente Dilma Rousseff no domingo. Os ônibus se perderam na cidade. Abordados pela polícia, os motoristas disseram que levavam participantes para um congresso imobiliário. Exibiram, inclusive, um documento em que a viagem, sem o objetivo, é comunicada à Agência Nacional de Transporte Terrestre. O policial que abordou a caravana informou o comando da PM que passageiros informaram que outros ônibus estariam indo para a capital federal vindos de países como Venezuela e Paraguai para participar dos atos pró-Dilma. A PM abriu investigação para averiguar o objetivo da viagem. VEJA

Pedindo para ser traída - ruy castro

RIO DE JANEIRO - Na iminência de despedir-se do poder que exerceu com triunfal empáfia, a presidente Dilma Rousseff olha em volta e se vê sozinha, abandonada e cercada de traidores. Com razão. Poucos seriam tão eficientes quanto ela na arte de chamar para seu governo aqueles que, na sua visão, acabariam por traí-la.

Leia mais...

Cartilha da CNM orienta prefeitos para o fim do mandato

Com o título “2016: último ano de mandato” a Confederação Nacional de Municípios (CNM) lançou uma cartilha que reúne dicas importantes e orientações aos prefeitos no encerramento de mais um mandato. O material já está disponível para download na biblioteca virtual CNM.

Leia mais...

A força do populismo - O ESTDO DE SP

A ideia de que existem soluções fáceis para os problemas da economia e de que basta ao governo ter vontade para que os pobres sejam conduzidos ao paraíso da classe média já deveria estar inapelavelmente desmoralizada. Afinal, o que não faltam são evidências de que essa irresponsabilidade populista, grande marca dos governos petistas, arruinou a economia nacional e, como consequência, anulou os eventuais ganhos que os pobres possam ter obtido, além de ter lhes comprometido o futuro.

Leia mais...

TCU relaciona falta de lixões e aterros com aumento de doenças do Aedes

O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou que a deficiência na aplicação de recursos destinados à construção de aterros sanitários e lixões no Brasil colaborou com o aumento dos casos de doenças causadas pelo Aedes Aegypti, como a dengue, a febre chikungunya e a zika. Relatório aprovado nesta quarta-feira (13) aponta que os recursos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) destinados à construção de aterros e lixões em cidades com até 50 mil habitantes – exceto as situadas em regiões metropolitanas – não foram aplicados de 2012 até 2015.

Leia mais...

TCE-BA julga ilegal contrato de PPP para reconstrução da Fonte Nova

arenafontenova richardsouza ok

Em sessão com quase 10 horas de duração, o Pleno do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) decidiu pela ilegalidade do contrato no modelo de Parceria Público-Privada (PPP) que realizou a reconstrução da Arena Fonte Nova, em Salvador, para a Copa do Mundo de 2014. O julgamento ocorreu na terça-feira (12) e foi encerrado por volta das 23h.

Leia mais...

'Existem dois chefes do golpe, da farsa e da traição', acusa Dilma em ataque a Temer e Cunha Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/brasil/existem-dois-chefes-do-golpe-da-farsa-da-traicao-acusa-dilma-em-ataque-temer-cunha-1-19065641#ixzz

BRASÍLIA - A presidente Dilma Rousseff atacou duramente em seu discurso o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o vice-presidente Michel Temer ao citar que há "dois chefes da conspiração que agem em conjunto de forma premeditada". (Leia a íntegra do discurso de Dilma)

— Vivemos estranhos tempos de golpe, farsa e traição. Existem, sim, dois chefes que agem em conjunto de forma premeditada. Como muitos brasileiros, tomei conhecimento e confesso que fiquei chocada com a desfaçatez da farsa do vazamento. Vazando pra eles mesmos. Estranho vazamento — disse ao se referir ao áudio em que Temer faz um discurso pós impeachment. E prosseguiu:

Leia mais...

Para Ciro, governo de Dilma se constituiu em cima de uma "farsa de marketing"

Ciro afirmou ainda que a presidente pode mudar os rumos da economia ( Foto: José Leomar )

O ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE) disse, em entrevista a BBC Brasil, que o atual governo de Dilma Rousseff se constituiu em cima de uma “farsa de marketing”, com propostas de campanha que não foram cumpridas. Ele afirma ainda que a presidente pode mudar os rumos da economia e que o PDT é contra o impeachment e deve deixar a base aliada quando o processo for encerrado. 

“Foi tudo o oposto (do prometido). É um desastre completo. Mas volto a dizer: o presidencialismo permite que a presidenta mude de caminho. Ela pode mudar a gestão da economia. […] Está na mão dela a plenitude dos poderes da Presidência. O que lhe impede de administrar uma política econômica diferente? […] Deixei por escrito com ela um conjunto de sugestões que não dependem da interação com o Congresso. São da esfera do poder executivo”, explica.

Além de acreditar que a presidente pode mudar os rumos da economia, Ciro afirma que no presidencialismo “você não pode desconstituir um governo apenas porque ele é um mau governo”. Segundo ele, só três presidentes brasileiros conseguiram concluir seus mandatos normalmente. “Todos os outros tiveram seu mandato interrompido por suicídio, renúncia, golpe”, disse. 

Para o ex-governador, três grupos sociais negam hoje o governo. O primeiro deles é formado pelos eleitores do Aécio “que nunca aceitaram o resultado da eleição”. O segundo por eleitores de Dilma que estão decepcionados com a crise e o terceiro por um grupo da “denúncia moral” que, conforme Ciro, “agravada pela crise econômica, acaba passionalizando o ambiente. Esse conjunto de valores se reúne apenas para negar (o governo)”.

Leia mais...

Compartilhar Conteúdo