Busque abaixo o que você precisa!

O mais rejeitado - ISTOÉ

Exclusivo/ Paraná Pesquisas

Na eleição ao governo de São Paulo, em 1998, Paulo Maluf era a personificação do oponente ideal. Dono de uma insuperável rejeição entre os paulistas, Maluf batia todos os adversários no primeiro turno, mas – era sabido de antemão – o candidato seria presa fácil na segunda etapa do pleito. Quem conseguisse superar a barreira do primeiro turno e conquistasse o direito de enfrentá-lo no segundo, saborearia os louros da vitória. Não deu outra. Mário Covas, do PSDB, foi eleito governador na disputa derradeira contra Maluf com 9,8 milhões de votos – 55% a 44%. O ex-presidente Lula caminha para ser o Maluf de 2018.

Leia mais:O mais rejeitado - ISTOÉ

Para 32% do eleitorado, Bolsonaro é o anti-Lula

: <p>Deputado federal Jair Bolsonaro (PSC)  e ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva</p>

Levantamento feito pelo Instituto paraná Pesquisas aponta que 32,8% do eleitorado brasileiro identifica o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) como o que mais representa o sentimento anti-Lula ou anti-PT; em seguida, aparecem o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), com 14,5%; Marina Silva (Rede), com 12,3%; Geraldo Alckmin (PSDB), 7,6%; Joaquim Barbosa (sem partido), 7,3%; Ciro Gomes (PDT), 3,6%; e Álvaro Dias (Podemos), 2,8%; se a estratégia utilizada por Bolsonaro, de atacar Lula e o PT, o coloca em posição de destaque para o pleito presidencial de 2018, ao mesmo tempo eleva a rejeição do pré-candidato, que já chega a 53,9% da população.

Leia mais:Para 32% do eleitorado, Bolsonaro é o anti-Lula

O furacão Doria - ISTOÉ 1

Aconteceu de novo há alguns dias. João Doria, o político sensação dos últimos tempos, percorreu a passos milimétricos o longo circuito de embarque do aeroporto de São Paulo para mais uma viagem internacional. Desta vez à China, onde estaria com financistas, dirigentes estatais, prefeitos de províncias como Xangai (também conhecida como Shanghai) e empresários. Cena inusual: o alcaide de São Paulo teve que parar a cada pequeno avanço, tamanho o número de cumprimentos a que era submetido. Vários ali queriam parabenizá-lo, rogar seu nome a candidato presidencial, incentivá-lo à disputa. A cena se repetiu no avião. Na escala em Dubai. E mesmo do outro lado do mundo, em terras orientais, nas quais foi recebido com tapete vermelho e faixas de boas vindas, tal qual um chefe de Estado.

Leia mais:O furacão Doria - ISTOÉ 1

79% querem caras novas nas eleições de 2018

Da Coluna Fábio Campos, no O POVO deste domingo (6):

“A política tradicional, os partidos e os atuais políticos estão em forte queda no imaginário dos eleitores”. A conclusão é da pesquisa Ideia Big Data (IBD), instituto que atua no Brasil, EUA e Índia. Foram realizadas 10.063 entrevistas com eleitores de 37 municípios brasileiros. A margem de erro estimada é de 1.75%. Alguma novidade nisso? Não, nenhuma. O desgaste da política, dos políticos, dos partidos, do sistema político e até das instituições políticas como o Congresso e os poderes executivos brasileiros vem há anos sendo detectado por diversas pesquisas. Mas há uma importante e sintomática novidade nas conclusões do IBD.

Leia mais:79% querem caras novas nas eleições de 2018

PSDB teria interesse no passe de Heitor Férrer

Danilo Forte (PSB), Tasso, Heitor e Carlos Matos (PSDB).

O deputado estadual Heitor Férrer, está de malas prontas para deixar o PSB. Recebeu, inclusive, convite do PSDB. Teria partido do senador Tasso Jereissati, segundo algumas fontes. Num passado recente, Heitor era duro opositor às gestões do tucano. Mas, em 2015, durante sessão solene da Assembleia Legislativa em homenagem aos 30 anos do Shopping Iguatemi, Heitor foi só elogios ao ex-governador. Na ocasião, afirmou que o Ceará tem o privilégio de ter o tucano como filho. “Temos, obviamente, que carregar por gerações e gerações a gratidão pelo que o senhor fez pelo Estado do Ceará”, disse, destacando as obras estruturantes que foram executadas durante os governos de Tasso. Esse discurso fez o político tucano se emocionar. COM BLOG DO ELIOMAR

Compartilhe