Busque abaixo o que você precisa!

Machado grava Renan

Ai, ai… Agora vieram a público, também em reportagem da Folha, trechos de conversas entre Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, investigado na Operação Lava Jato, e Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente do Senado. Quem, vamos dizer assim, deu à luz o material? Ora, o próprio Machado, o Gravador Geral da União.

Leia mais...

Temer prevaleceu em madrugada de flashbacks

Se você conseguir visualizar o governo como um filme, poderá entender melhor o que aconteceu no plenário do Congresso na madrugada desta quarta-feira. Exibiu-se o mesmo filme pela terceira vez. A diferença é que os mocinhos trocaram de papel com os bandidos. E vice-versa. Houve, de resto, um ajuste no enredo. Proposto pelo interino Michel Temer, o rombo no Orçamento de 2016, de R$ 170,5 bilhões, é maior do que os buracos que Dilma Rousseff, a afastada, havia apurado em 2014 e 2015.

Leia mais...

TEMER VENCE PRIMEIRA PROVA DE FOGO NO CONGRESSO E APROVA REVISÃO DA META FISCAL

Deputados e senadores governistas comemoram a aprovação da revisão da meta fiscal de 2016 - André Coelho / Agência O Globo

BRASÍLIA. Depois de um intenso embate no Congresso Nacional, que durou mais de 16 horas, o presidente interino Michel Temer venceu o primeiro teste e conseguiu aprovar com folga a revisão da meta fiscal de 2016. O projeto foi aprovado na madrugada desta quarta-feira em votação simbólica - depois de uma manobra regimental da base aliada para derrubar requerimentos da oposição para obstruir e atrasar a votação. A sessão teve início em torno das 11h30m de terça-feira, mas havia na frente vetos presidenciais a 24 propostas, que estavam trancando a pauta.

Leia mais...

Congresso reduz meta fiscal e autoriza déficit de até R$ 170,5 bilhões

Congresso Nacional aprovou na madrugada desta quarta-feira (25), em sessão conjunta de deputados e senadores, o projeto de lei que reduz a meta fiscal de 2016 e autoriza o governo federal a fechar o ano com um déficit (despesas maiores do que receitas) de até R$ 170,5 bilhões nas contas públicas. Se confirmado esse déficit ao final do ano, será o pior resultado da série histórica iniciada em 1997. A aprovação foi por votação simbólica (sem a contagem de votos no painel eletrônico) após mais de 16 horas de sessão.

Leia mais...

Sérgio Aguiar destaca obras da CSP e de expansão do Porto do Pecém

Dep. Sérgio Aguiar (PDT)Dep. Sérgio Aguiar (PDT)Foto: Junior Pio

 
O deputado Sérgio Aguiar (PDT) destacou, no primeiro expediente da sessão plenária desta quarta-feira (18/05), a visita feita ontem pelo governador Camilo Santana às obras da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). De acordo com o parlamentar, a primeira usina integrada do Nordeste já está em fase de comissionamento para iniciar a operação e tem mais de 99% das obras concluídas.

Leia mais...

Agenor Neto pede apoio de deputados para requerimento sobre obra de Iguatu

Dep. Agenor Neto (PMDB)Dep. Agenor Neto (PMDB)Foto: Máximo Moura

 
O deputado Agenor Neto (PMDB) pediu, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (19/05), apoio aos parlamentares para a aprovação do requerimento de sua autoria que solicita ao Executivo a assinatura do aditivo de renovação do prazo da construção do Centro de Convenções de Iguatu. O parlamentar afirmou não entender o porquê da recusa do Governo do Estado em assinar o termo aditivo e sugeriu que a causa seja divergências políticas.

Leia mais...

Roberto Mesquita cobra instalação da CPI do Narcotráfico na AL

Dep. Roberto Mesquita (PSD)Dep. Roberto Mesquita (PSD)Foto: Máximo Moura

 
O deputado Roberto Mesquita (PSD) cobrou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (19/05), a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Narcotráfico. O parlamentar ressaltou que o primeiro semestre parlamentar vai acabar e a CPI ainda não foi instalada.

Leia mais...

‘O Brasil não pode dar errado novamente’, diz Renan Calheiros

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse nesta quinta-feira (19) que o Brasil “não pode dar errado novamente”. O tom mais agressivo que o adotado nos últimos tempos foi dado após uma reunião com o ministro do Planejamento, Romero Jucá, no início desta tarde.

Leia mais...

Carlos Matos diz que o Brasil precisa pacificar as forças políticas

Deputado Carlos MatosDeputado Carlos MatosFoto: Edson Júnior

 
O deputado Carlos Matos (PSDB) disse, nesta terça-feira (17/05), durante a ordem do dia, que o momento em que se encontra o País é de pacificação das forças políticas. Para o parlamentar, o atual presidente certamente tem defeitos e, para escolher um presidente completamente pleno e de confiança, seriam necessárias novas eleições. “Não houve.

Leia mais...

Compartilhe