Busque abaixo o que você precisa!

Nada de novo

O Estado de S.Paulo

20 Agosto 2018 | 03h00

 

Os eleitores que anseiam por uma lufada de ar fresco no Congresso Nacional deverão ter paciência – e esperança – e aguardar mais um pouco. Não será nas eleições deste ano que o quadro de representação política no Poder Legislativo passará por uma renovação, tanto de nomes como, principalmente, de ideias.

Não obstante o forte desgaste por que passam as atuais composições das duas Casas Legislativas, quase 90% dos deputados e cerca de 65% dos senadores tentarão a reeleição em outubro, de acordo com levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), a pedido do Estado.

Na Câmara, ao menos 447 deputados estão dispostos a permanecer mais quatro anos em Brasília. No Senado, são 35 dos 54 senadores eleitos em 2010 os que tentarão obter mais um aval dos eleitores nas urnas. No Senado, trata-se do maior contingente de senadores que irá tentar a reeleição desde 1994. O caso da Câmara não é muito diferente: o maior desde o pleito de 1998.

Leia mais:Nada de novo

Lula lidera com 37,3% das intenções de voto,

Renan Truffi e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

20 Agosto 2018 | 11h48

 

O candidato do PT à Presidência nas eleições 2018Luiz Inácio Lula da Silva,  alcançou, nesta segunda-feira, 37,3% das intenções de voto, segundo pesquisa do instituto MDA em parceria com a Confederação Nacional do Transporte (CNT). Mesmo condenado no âmbito da Operação Lava Jato e preso, o petista continua crescendo na preferência eleitoral e saltou de 32,4%, em maio, para 37,5% em agosto.  Atrás do petista aparecem Jair Bolsonaro (PSL), com 18,8%, e Marina Silva (Rede), com 5,6%.

O candidato do PSDBGeraldo Alckmin, está em 4º lugar no levantamento, com 4,9% das intenções. Ciro Gomes, do PDT, aparece atrás do tucano, com 4,1%. Depois deles, a pesquisa ainda registra Alvaro Dias (PODE), com 2,7%, e Guilherme Boulos (PSOL), com 0,9%. O candidato do Novo, João Amôedo, tem 0,8%, mesmo porcentual de Henrique Meirelles (MDB). Já o candidato do PatriotaCabo Daciolo, teve 0,4%, seguido de Vera, do PSTU, com 0,3%, João Goulart Filho (PPL), com 0,1%, e José Maria Eymael (DC), com 0,0%.

Leia mais:Lula lidera com 37,3% das intenções de voto,

Desaprovação alta atinge maioria dos candidatos ao Planalto nas eleições 2018

Daniel Bramatti, O Estado de S.Paulo

19 Agosto 2018 | 19h31

 

Os principais candidatos à Presidência nas eleições 2018 começam oficialmente a campanha eleitoral desaprovados pela maioria absoluta da população, segundo a pesquisa Barômetro Político Estadão-Ipsos, que analisa a opinião dos brasileiros sobre personalidades do mundo político e jurídico.

Entre os concorrentes ao Planalto, os ocupantes do topo do ranking da desaprovação são Geraldo Alckmin, do PSDB, e Ciro Gomes, do PDT. O desempenho do tucano é desaprovado por 70%, e do pedetista, por 65%.

Como a margem de erro da pesquisa é de três pontos porcentuais para mais ou para menos, há probabilidade de que ambos estejam empatados. Mas desde abril, as opiniões negativas sobre Alckmin têm ficado numericamente acima das de Ciro.

Leia mais:Desaprovação alta atinge maioria dos candidatos ao Planalto nas eleições 2018

Lula lidera com 37,3% das intenções de voto, diz pesquisa

Renan Truffi e Julia Lindner, O Estado de S.Paulo

20 Agosto 2018 | 11h48

 

O candidato do PT à Presidência nas eleições 2018Luiz Inácio Lula da Silva,  alcançou, nesta segunda-feira, 37,3% das intenções de voto, segundo pesquisa do instituto MDA em parceria com a Confederação Nacional do Transporte (CNT). Mesmo condenado no âmbito da Operação Lava Jato e preso, o petista continua crescendo na preferência eleitoral e saltou de 32,4%, em maio, para 37,5% em agosto.  Atrás do petista aparecem Jair Bolsonaro (PSL), com 18,8%, e Marina Silva (Rede), com 5,6%.

O candidato do PSDBGeraldo Alckmin, está em 4º lugar no levantamento, com 4,9% das intenções. Ciro Gomes, do PDT, aparece atrás do tucano, com 4,1%. Depois deles, a pesquisa ainda registra Alvaro Dias (PODE), com 2,7%, e Guilherme Boulos (PSOL), com 0,9%. O candidato do Novo, João Amôedo, tem 0,8%, mesmo porcentual de Henrique Meirelles (MDB). Já o candidato do PatriotaCabo Daciolo, teve 0,4%, seguido de Vera, do PSTU, com 0,3%, João Goulart Filho (PPL), com 0,1%, e José Maria Eymael (DC), com 0,0%.

Leia mais:Lula lidera com 37,3% das intenções de voto, diz pesquisa

O livro esquecido de Ciro Gomes

Luiz Maklouf Carvalho, O Estado de S.Paulo

19 Agosto 2018 | 05h00

 

Na mais longa entrevista que já concedeu até hoje – em 1994, publicada no livro No país dos conflitos, esgotado –, o hoje presidenciável Ciro Gomes, do PDT, contou que sua primeira candidatura a deputado estadual, em 1982, pelo PDS (ex-Arena), desrespeitou o prazo de filiação partidária. “No dia seguinte (ao aceitar a proposta do pai, prefeito de Sobral, para ser candidato) lembrei que eu não era filiado a partido nenhum e que havia passado já o prazo de filiação. Mas deram lá um jeito no assunto, conforme os costumes da terra, e a minha filiação foi feita”, relatou Ciro Gomes aos jornalistas Ancelmo GoisGeneton Moraes NetoMarcelo PontesMiriam Leitão e Suely Caldas

Leia mais:O livro esquecido de Ciro Gomes

Compartilhe