Busque abaixo o que você precisa!

Pesquisa mostra melhora da avaliação pessoal de Dilma entre eleitores

A presidente Dilma Rousseff
A presidente Dilma Rousseff

Brasília - A avaliação positiva do governo da presidente Dilma Rousseff variou de 9% em outubro de 2015 para 11,4% em fevereiro deste ano, de acordo com pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta quarta-feira, 24, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). O levantamento mostra ainda que caiu de 70% para 62,4% a avaliação negativa do governo Dilma. 

Leia mais:Pesquisa mostra melhora da avaliação pessoal de Dilma entre eleitores

Pagador de propina depositou US$ 1,5 milhão na conta de Santana durante campanha eleitoral de Dilma

joao santana dilma rousseff lula 2010 5 original

O marqueteiro João Santana e sua mulher, Mônica Moura, chegaram nesta terça ao Brasil. Ela se mostrava confiante, deixando escapar, quem sabe, um esgar de ironia. Ele parecia tranquilo, ar sorridente, como quem estivesse prestes a desfazer um mero mal-entendido. E, no entanto, parece que as coisas não vão mesmo se dar desta maneira.

Leia mais:Pagador de propina depositou US$ 1,5 milhão na conta de Santana durante campanha eleitoral de Dilma

O "risco acarajé": Delcídio avisou Dilma de repasses da Odebrecht a Santana

O senador Delcídio Amaral em Brasília
O senador Delcídio do Amaral (PT-MS, recém-libertado da prisão(Geraldo Magela/Agência Senado/VEJA)

Foi por pouco, questão de 48 horas, mas o senador Delcidio do Amaral (PT-MS) conseguiu deixar a cadeia a tempo de ver se concretizar uma profecia sua e, enfim, poder dizer: "eu avisei". Em junho de 2015, o petista, que ganhou liberdade na sexta-feira, já se mostrava preocupado com os pagamentos no exterior de despesas da campanha de Dilma Rousseff em 2014 pela Odebrecht. Conforme revelou VEJA em dezembro do ano passado, depois de uma reunião no gabinete de Dilma, Delcídio chamou-a de lado e disse a seguinte frase: "Presidente, a prisão (de Marcelo Odebrecht) também é um problema seu, porque a Odebrecht pagou no exterior pelos serviços prestados por João Santana à sua campanha". Aloizio Mercadante, que ainda chefiava a Casa Civil, contrariou o senador. Para ele, Odebrecht "era problema do Lula". Ao deixar o Palácio do Planalto, espantado com o desconhecimento da presidente sobre o envolvimento financeiro do PT com as empreiteiras implicadas na Lava-Jato, Delcídio a definiu como "autista" a um colega de partido. "A Dilma não sabe o que é passar o chapéu porque passaram o chapéu por ela", arrematou. (João Pedroso de Campos, de São Paulo) VEJA

O ‘meu’ representante político

URNA ELETRONICA

Tem sido difícil para os moradores das grandes cidades brasileiras permanecer alheios à política das suas cidades. Todos ou quase todos temos uma posição a respeito das ações adotadas por prefeitos e vereadores em temas como trânsito (reduções de velocidade), uso do espaço público (arrastões nas praias do Rio de Janeiro, fechamento da Avenida Paulista aos domingos) e assistência social (“cracolândias”).

Leia mais:O ‘meu’ representante político

O menor cacife de Lula - JOSE ROBERTO DE TOLEDO

lula 2015 3336 original

A temporada de caça a ex-presidentes da República está custando caro para Lula da Silva. A rejeição ao petista aumentou seis pontos desde outubro, segundo pesquisa inédita do Ibope, divulgada com exclusividade pela coluna.

Agora, 61% dizem que não votariam de jeito nenhum em Lula para presidente. É a maior taxa de rejeição entre seis presidenciáveis testados pelo Ibope.

Nos últimos quatro meses, quando a crise econômica se aprofundou e o noticiário imobiliário sobre o ex-presidente se generalizou, o potencial de voto de Lula caiu de 41% para 33%. Hoje, só um terço dos eleitores brasileiros diz que votaria com certeza (19%) ou poderia votar (14%) no petista. O resto não respondeu ou disse não conhecê-lo o suficiente para opinar.

Sua maior perda de cacife eleitoral foi no Nordeste, onde, pela primeira vez em dez anos, o potencial de voto do ex-presidente (47%) se equivale tecnicamente à sua rejeição (48%).

Leia mais:O menor cacife de Lula - JOSE ROBERTO DE TOLEDO

Compartilhe