Busque abaixo o que você precisa!

Capitão Wagner cobra fiscalização para evitar campanhas antecipadas

Deputado Capitão WagnerDeputado Capitão WagnerFoto: Máximo Moura

 
O deputado Capitão Wagner (PR) cobrou, no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta sexta-feira (02/03), fiscalização dos ministérios Público Estadual e Federal por realização de campanha antecipada, com agenda divulgada na imprensa por pré-candidato à Presidência na região do Cariri. “Se fosse eu fazendo campanha da minha pré-candidatura, o Ministério Público chegava ao local antes de mim”, considerou.

O parlamentar ponderou que há forças políticas para barrar a pré-candidatura dele ao Governo do Estado. Ele associou esse movimento à denúncia que fez em fevereiro afirmando que o Governo teria um acordo com as facções criminosas que comandam os presídios cearenses.

De acordo com Capitão Wagner, a informação que embasou sua denúncia foi repassada pela Inteligência da Polícia Civil. “Eu não retiro uma vírgula do que disse, pois não faço denúncia sem embasamento. Já recebi duas notificações da Justiça cearense para me defender da denúncia que eu mesmo fiz, e irei repetir tudo se for preciso”, afirmou.

Em aparte, o deputado Roberto Mesquita (PSD) considerou que essa articulação contra o deputado Capitão Wagner pode ser em razão de ele representar “uma ameaça ao grupo que governa o Ceará há tempo”.

PE/AT

Compartilhe