Busque abaixo o que você precisa!

Sérgio Aguiar comenta a 22ª edição da conferência da Unale

Deputado Sérgio AguiarDeputado Sérgio AguiarFoto: Paulo Rocha

 
O deputado Sérgio Aguiar (PDT) destacou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (15/05), a participação dos deputados cearenses na 22ª Conferência Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (CNLE), realizada de 9 a 11 de maio em Gramado, no Rio Grande do Sul. De acordo com o parlamentar, participaram do evento também os deputados Ely Aguiar (PSDC), Leonardo Araújo (MDB),  Joaquim Noronha (PRP) Roberto Mesquita (Pros) e Odilon Aguiar (PSD).

Sérgio Aguiar informou que foram abordados os “desafios de um novo Brasil” e que teve oportunidade de assistir vários painéis, além de assistir  palestra do ministro Augusto Nardes, do Tribunal de Contas  da União, que tratou da governança do sistema político brasileiro.

“É preciso trazer para a política o jeito de se administrar com eficiência a máquina pública. Foi passada, na palestra, a visão de cada um dos participantes sobre qual a contribuição que as instituições estão dando para essa eficiência”, assinalou. O parlamentar adiantou que deverá trazer à Assembleia Legislativa, em junho, o ministro Augusto Nardes para aprofundar essa discussão.

Sérgio Aguiar esclareceu que, a partir dessa discussão, poderá ser formulada de uma nova proposta para o Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Assembleia Legislativa. “Através da educação, poderá ser construído processo produtivo de governança nos setores público e privado, gerando emprego de maneira menos onerosa e mais qualidade na produção de bens e serviços”, disse.

Durante o Congresso, também foram abordadas questões como a eleição de  2018 e as novas regras eleitorais, pelo ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral Henrique Neves e o advogado Marcos Vinícius Coelho, ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). “Uma das mudanças é que a partir de hoje é permitida a captação de recursos na pré-campanha”.  Houve ainda um painel onde foi abordado democracia nas mídias digitais e  fake news. “O grande palco das campanhas será a internet, o que diminui os custos da campanha”, pontuou.

Conforme acentuou o deputado, os cerca de 400 parlamentares estaduais presentes também tiveram a oportunidade de assistir ao debate dos presidenciáveis, com cinco pré-candidatos que atenderam o convite da Unale. Foram eles Álvaro Dias (Podemos), Manuel D’Ávila (PCdoB), Guilherme Boulos (Psol), Henrique Meireles (MDB) e Ciro Gomes (PDT). “Foi uma discussão bastante elucidativa, para ver o pensamento de cada um, mas nem todos os pré-candidatos quiseram levar ao conhecimento dos deputados estaduais e ao País suas propostas”, avaliou.

Em meio a diversas denúncias de corrupção contra deputados federais e senadores, o parlamentar considerou que as assembleias legislativas do País têm passado quase sem ser notadas na atual crise política. “Há deputados federais e senadores envolvidos, mas são poucos os casos contra deputados estaduais”, frisou Sérgio Aguiar observou ainda que houve uma palestra motivacional, goleiro da Chapecoense,  Jackson Follman, que sobreviveu a acidente na Bolívia. “Ele  mostrou a sua força para viver”, afirmou.

JS/AT

Compartilhe