Busque abaixo o que você precisa!

Sérgio Aguiar enaltece inclusão de novos municípios no semiárido

Deputado Sérgio AguiarDeputado Sérgio AguiarFoto: Edson Júnior Pio

 
O deputado Sérgio Aguiar (PDT) comemorou, nesta terça-feira (28/11), durante o primeiro expediente da sessão plenária, a inclusão, na última quinta-feira (23/11), de dez municípios no mapa do semiárido cearense. A novidade foi dada pelo Conselho Deliberativo da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Condel/Sudene) e ocorreu, segundo ele, a partir de levantamento técnico produzido por grupo de trabalho interministerial, do qual o Ministério da Integração Nacional e a Sudene fazem parte. A inclusão levou em conta critérios como percentual diário de déficit hídrico e índices pluviométricos e de acidez.

Conforme o parlamentar, a ampliação da área é uma luta que vem desde o início de mandato. “Com isso, há uma expectativa de trazer maiores condições de financiamento e acesso ao crédito, seja na área rural, de comércio, industrial, de turismo ou de áreas afins que tenham seu financiamento do Banco do Nordeste”, observou.

Sérgio Aguiar  disse que foram incluídas as cidades de Barroquinha, Bela Cruz, Cruz, Camocim, Guaiúba, Itarema, Chaval, Jijoca de Jericoacoara, São Gonçalo do Amarante e Trairi. “Vai fortalecer a economia dessa região”, ressaltou. O parlamentar frisou que São Gonçalo do Amarante, com Complexo Industrial e Portuário do Pecém, e Jijoca de Jericoacoara, a partir do novo aeroporto, são dois vetores de desenvolvimento que possibilitam a oportunidade de fortalecer essa luta, no sentido de enfrentar essa crise econômica.

O parlamentar  informou que estarão disponibilizados em 2018 R$ 23,8 bilhões, sendo R$ 8,3 bilhões para projetos na área de infraestrutura, e o restante em investimentos para produtores e empresários nos setores rural, agroindustrial, industrial, turismo, comércio e serviços. Segundo Sérgio Aguiar, os novos municípios receberão recursos do Fundo de Desenvolvimento do Nordeste e ações de outras políticas públicas.

Em aparte, deputado Manoel Duca (PDT) disse que a novidade corrigiu uma “injustiça no Ceará”, que era a não inclusão desses municípios no semiárido. “Essa medida da Sudente só veio colaborar”, afirmou.

O deputado Moisés Braz  (PT) observou que o aumento de cidades na área do semiárido, de 150 para 175 municípios, “é uma grande conquista do povo cearense e do Parlamento”.

LS/AT

Compartilhe

WPROO | CRIAÇÃO DE SITES