Busque abaixo o que você precisa!

Capitão Wagner aponta situação dos centros educacionais do Estado

capitao wagner

O deputado Capitão Wagner (PR) denunciou, no primeiro expediente da sessão plenária desta terça-feira (18/08), problemas dos Centros Educacionais destinados aos adolescentes em conflito com a lei no Ceará. O parlamentar também cobrou providências por parte do Governo do Estado.

Um dos problemas mencionados pelo deputado é a superlotação das unidades. “Uma situação de demanda bem maior do que a ofertada pelo Governo do Estado”, disse.

O parlamentar reclamou ainda das condições de trabalho dos instrutores. “Os responsáveis pelo trabalho socioeducativo não têm a menor condição de trabalho e a menor garantia da sua integridade física”, afirmou. O deputado relatou a ocorrência de duas rebeliões, no último domingo (09/08), das quais 11 adolescentes fugiram e fizeram funcionários reféns.

Capitão Wagner cobrou medidas por parte do Executivo sugerindo que, com o lançamento do Pacto por um Ceará Pacífico, principal programa do Governo do Estado para reduzir os índices de criminalidade, “haja uma atenção especial para essa questão dos adolescentes. Conforme o parlamentar, eles precisam não só da parte preventiva para evitar o crime, mas de punição na forma como determina o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), mas isso não está acontecendo no Ceará.

Em aparte, o deputado Evandro Leitão (PDT) considerou inegável a relevância do assunto, destacando que a vice-governadora Izolda Cela “está estudando um modelo a ser adotado no Estado”. O parlamentar informou que existem dois centros educacionais que deverão ser entregues e destacou a presença de empresas em unidades capacitando os jovens. “O Governo não está de olhos fechados. Existe um comitê para avaliar um novo modelo”, ressaltou.

A deputada Bethrose (PRP) também parabenizou a abordagem do assunto e assinalou a necessidade de o adolescente infrator estudar em um turno e realizar atividades extracurriculares em outro. A parlamentar também convidou o deputado a participar de uma audiência com a vice-governadora.

O deputado Ferreira Aragão (PDT) defendeu que os Centros Educacionais fossem vinculados à Secretaria da Justiça e Cidadania, e não à do Trabalho e Desenvolvimento Social do Ceará (STDS).
LS/AT

Compartilhe

WPROO | CRIAÇÃO DE SITES