Busque abaixo o que você precisa!

Trama-se no Supremo uma esperteza pró-Lula

Arma-se nos subterrâneos do Supremo Tribunal Federal uma manobra para evitar que Lula seja enviado ao xadrez. A ministra Cármen Lúcia continua aferrada à decisão de não “apequenar” a Suprema Corte com a revisão da regra que permitiu a prisão de condenados na segunda instância.

Para contornar a barricada da presidente da Suprema Corte, alguns ministros discutem a hipótese de levar ao plenário, por conta própria, um habeas corpus qualquer que lhes permita deliberar sobre a execução antecipada das penas num processo não relacionado ao caso de Lula. O condenado petista seria beneficiado por tabela.

O subterfúgio apenas piora o soneto. Até os ácaros do tapete do Supremo sabem que há na Corte quem queira evitar que o pesadelo de Lula se torne realidade. Pois que façam isso à luz do dia, levando a cara à vitrine. É ilusão imaginar que a covardia livrará a o Pretório Excelso de ser rebatizado de STL, Supremo Tribunal do Lula. JOSIAS DE SOUZA

Compartilhe