Busque abaixo o que você precisa!

TRF-4 manda soltar Renato Duque, preso há cinco anos pela Lava-Jato

Por Bela Megale / O GLOBO

Depois de cinco anos preso em Curitiba, o ex-diretor da Petrobras Renato Duque vai ser solto. O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) substituiu a prisão por medidas cautelares, como o uso de tornozeleira eletrônica. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Tribunal. 

O TRF-4 revogou uma decisão do juiz federal Luiz Antonio Bonat, que substituiu Sergio Moro na 13ª Vara Federal de Curitiba, a responsável pela Lava-Jato. Duque estava detido por causa de três prisões preventivas que foram revogadas no âmbito de um habeas corpus apresentado pelos advogados Tracy Reinaldet e Matteus Macedo.

Duque foi o alvo da operação que está há mais tempo em Curitiba. A previsão é que ele deixe a prisão até amanhã. O ex-diretor da Petrobras está detido desde novembro no Complexo-Médico Penal, na região metropolitana de Curitiba. Ele foi preso pela segunda vez em março de 2015.

Duque foi condenado em sete ações penais da Lava-Jato. As condenações do ex-diretor da Petrobras somam 124 anos. 

Compartilhar Conteúdo