Busque abaixo o que você precisa!

Seminário do Pacto pelo Saneamento apresenta cenário da Bacia do Salgado

Seminário do Pacto pelo Saneamento apresenta cenário da Bacia do Salgado

 
A Assembleia Legislativa promove, por meio do Conselho de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Assembleia Legislativa do Ceará, nesta terça-feira (22/09), o primeiro Seminário Regional do Pacto pelo Saneamento. O primeiro de nove seminários acontecerá às 14h de forma virtual, por meio da plataforma Zoom, e abordará a Sub-Bacia Hidrográfica do Salgado, apresentando e discutindo os resultados preliminares do seu cenário atual de saneamento básico.

Os participantes do seminário receberão um caderno elaborado pelo Conselho de Altos Estudos, com dados do saneamento básico da região da Sub-Bacia do Salgado, que irá subsidiar os debates. Localizada no sul do estado do Ceará, a Sub-bacia do Rio Salgado integra a Bacia Hidrográfica do Rio Jaguaribe, com área de drenagem de 12.865 km2, que corresponde a 8,25% do território cearense. Tem como rio principal o Salgado, com um curso de 308 km, dos quais 270 km perenizados. Para facilitar os estudos e o processo de organização dos usuários de água, dividiu-se a bacia hidrográfica em cinco microbacias, englobando 23 municípios.

São grandes as potencialidades dessa região. Os melhores aquíferos da Bacia do Rio Jaguaribe estão localizados no Cariri. Por conta disso, parte significativa de seus municípios é atendida por poços. A sua capacidade de acumulação de águas superficiais é de 452,31 milhões m³, num total de 15 açudes públicos, gerenciados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh). A Sub-Bacia Hidrográfica do Salgado é formada pelos seguintes municípios: Abaiara, Aurora, Abaiara, Aurora, Baixio, Barbalha, Barro, Brejo Santo, Caririaçu, Cedro, Crato, Granjeiro, Icó, Ipaumirim, Jardim, Jati, Juazeiro do Norte, Lavras da Mangabeira, Mauriti, Milagres, Missão Velha, Penaforte, Porteiras, Umari e Várzea Alegre.

O seminário constará de apresentações por eixo da realidade dos municípios citados, de acordo com levantamento feito pela coordenação técnica do pacto, seguidas por perguntas dos participantes e respostas dos apresentadores, pelo chat. Os apresentadores são: Marcella Facó, da Secretaria das Cidades, que falará sobre “Abastecimento de Água Potável e Esgotamento Sanitário”; Victor Ponte, do Instituto Sisar, sobre “Saneamento Rural”; Luana Bezerra, da Secretaria do Meio Ambiente, sobre “Limpeza Urbana e Manejo de Resíduos Sólidos”; Assis Bezerra, do CREA/Secretaria da Infraestrutura, sobre “Drenagem e Manejo de Águas Pluviais Urbanas”; e Sergio Mota, da Secretaria do Meio Ambiente, sobre “Educação Ambiental para o Saneamento”.

Nos meses de setembro e outubro, serão realizados nove seminários virtuais. Os nove seminários apresentarão a realidade das sub-bacias hidrográfica do Salgado, Metropolitanas, Banabuiú, Acaraú, Serra da Ibiapaba e Sertões de Crateús, Coreaú, Curú e Litoral, Médio e Baixo Jaguaribe e Alto Jaguaribe. Serão expostos e discutidos os desafios de cada região, por eixos temáticos. Em atividades anteriores do Pacto, foram definidos os seguintes eixos: abastecimento de água potável e esgotamento sanitário; gestão de resíduos sólidos; drenagem de águas pluviais; saneamento rural e educação ambiental para o saneamento básico, visando à universalização destes serviços a toda sociedade cearense.

LA/LF / AGÊNCIA DE NOTICIAS DA AL/CE - DANIEL ADERALDO

Compartilhar Conteúdo