Busque abaixo o que você precisa!

Girão manifesta 'vergonha e indignação' com decisão do STF sobre segunda instância

 

SENADOR GIRÃO

 

 

 

Em discurso nesta sexta-feira (8), em Plenário, o senador Eduardo Girão (Podemos-CE) disse que sentiu "vergonha e indignação" com a decisão do Supremo Tribunal Federal ( STF). Por 6 votos a 5, o STF decidiu nesta quinta-feira acabar a execução da pena de condenados em segunda instância. Com isso, réus já condenados que ainda têm recursos a serem julgados no Superior Tribunal de Justiça e no Supremo Tribunal Federal podem ser soltos.

 

Fiquei com vergonha do nosso Supremo, mas, ao mesmo tempo, acredito que o caminho ainda é pela democracia. Claro que nós precisamos do Supremo Tribunal Federal para que tenhamos uma democracia forte, para que tenhamos um país com harmonia entre poderes. E é fundamental, eu não discuto a importância do Supremo Tribunal Federal. Agora, me causa náusea o Supremo Tribunal Federal que nós temos hoje — afirmou o senador.

 

Girão criticou também a falta de posição do governo federal, que segundo ele, se manteve calado diante da decisão do STF.

— Ficou caladinho! O governo que foi eleito com essa bandeira do combate à corrupção, com a bandeira a favor da Operação Lava Jato, para que a impunidade acabasse no Brasil. Essa foi a bandeira com que o povo brasileiro foi às ruas e elegeu este governo — criticou Girão.

 

O parlamentar pediu desculpas ao povo brasileiro porque, segundo ele, a culpa não é apena do Supremo, mas do Senado Federal, que também não estaria cumprindo seu papel.

— Peço desculpas porque nós tivemos já três pedidos de CPI de Lava Toga para investigar os tribunais superiores, também com dezenas de fatos determinados, e para abrir a caixa-preta desse Supremo Tribunal Federal, mas até agora não deliberamos sobre isso— disse o senador.

 

Agência Senado

Fonte: Agência Senado

Compartilhar Conteúdo