Busque abaixo o que você precisa!

Tebet: ‘Não somos meros carimbadores da Câmara’

Com senadores já admitindo que o segundo turno da reforma da Previdência irá atrasar e acontecer apenas no dia 22 de outubro, a presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB-MS), defendeu a atuação dos senadores na tramitação da PEC. “A reforma chegou aqui e foi para CCJ no dia 8 de agosto. No segundo turno todos os prazos estão correndo. A reforma está dentro do prazo. Se vai votar quarta-feira ou dia 22, não mais importa. Ela tem que ser votada o dia que o governo tiver certeza que ela não vai ser mais desidratada”, disse a senadora para jornalistas.

Senadora Simone Tebet (MDB-MS) em discurso.https://brpolitico.com.br/wp-content/uploads/sites/683/2019/10/simone-tebet-1.jpg 640w" sizes="(max-width: 300px) 85vw, 300px" style="box-sizing: border-box; margin: 0px; padding: 0px; max-width: 100%; border-width: initial; border-style: none; display: block; height: auto;">

Senadora Simone Tebet. Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Momentos antes, ela subiu na tribuna do plenário do Senado, lembrou que a Câmara ficou por mais de 180 dias com o texto e que os senadores não podem ser “meros carimbadores” das decisões dos deputados.

Compartilhar Conteúdo