Busque abaixo o que você precisa!

Sérgio Aguiar anuncia CPI em defesa do Banco do Nordeste

Dep. Sergio Aguiar ( PDT )Dep. Sergio Aguiar ( PDT )foto: Junior Pio

 
O deputado Sérgio Aguiar (PDT)  adiantou, no primeiro expediente da sessão Plenária da Assembleia Legislativa desta quarta-feira (13/03), a possibilidade de instalação de uma comissão parlamentar de inquérito (CPI), para tratar das ações do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no Brasil, cuja fusão com o Banco do Nordeste do Brasil (BNB), está sendo ventilada. “Isso, nesse momento, para mim, seria um dos fatores que deveriam ser motivados para barrar essa ideia da fusão”, avaliou, informando que a CPI deve ser criada até próxima semana.

Representando a Assembleia Legislativa, o parlamentar esteve em Brasília, onde  participou da reunião da diretoria da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale),  quando junto a outros parlamentares da bancada nordestina defendeu a manutenção  BNB.  "Não há de se imaginar um banco com a capilaridade do Banco do Nordeste ser fundido ao BNDES."

Sérgio Aguiar informou ainda a possibilidade de  liberação,  no início desse ano, de emendas em caráter impositivo, principalmente para a área da saúde para a grande maioria dos municípios brasileiros. “Alguns falam que é uma moeda de troca, entretanto, todo e qualquer recurso que venha para os estados e principalmente para os municípios delegados por meio de emenda parlamentar devem ser considerados benéficos, sobretudo no Nordeste brasileiro”, frisou.

O parlamentar registrou também que, nesta quinta-feira (14/03), vai se reunir em Camocim, acompanhando o superintendente do Instituto de Desenvolvimento Agrário (Idace), José  Wilson Gonçalves, o secretário executivo da Pesca, Antônio Ney, e do secretário Especial de Relações Institucionais, Nelson Martins, para participar de entrega de títulos de propriedade rural. “Camocim tem prontos 500 títulos para dar nesse programa do Governo que faz a regularização fundiária de proprietários”, observou.

À tarde, segue para o distrito de Curiú, para a entrega de sistema de abastecimento de água para duas comunidades: Moreias e Corguinho, em Camocim.  “Esse sistema já está em funcionamento, mas amanhã será a entrega oficial para que possa ser autogerenciado pela própria comunidade”, destacou.

Em aparte, o deputado Audic Mota (PSB) colocou a questão do orçamento impositivo, lembrando da PEC que trata do assunto no âmbito do Estado, especificamente em relação às emendas parlamentares que, uma “vez aprovadas devem ser priorizadas para a saúde e no combate à seca”.

LS/AT

Compartilhe