Busque abaixo o que você precisa!

Toffoli crê em Papai Noel e brinca de Lobo Mau

O que levou Dias Toffoli a pedir vista do processo sobre a restrição do foro privilegiado? A julgar pelo que disse o ministro, foi para dar ao Congresso a oportunidade de deliberar sobre o tema. A proximidade com o Natal despertou em Toffoli uma crença em Papai Noel. Ele acha que um Congresso apinhado de investigados e cúmplices vai acabar com a mamata do foro especial.

Dias Toffoli recebe salário de R$ 33,7 mil do contribuinte para julgar, mas prefere jogar na confusão. Por sorte, o brasileiro já sabe distinguir as coisas. Ninguém mais confunde embromação com profundidade, pose com densidade, cumplicidade com neutralidade, compadrio com moralidade, inércia com estabilidade, investigado com autoridade, omissão com habilidade. Ninguém mais confunde Supremo com divindade.

Ao paralisar um jogo que já estava jogado, Toffoli transformou uma goleada de 7 a 1 numa vitória por 1 a 7. A plateia ficou autorizada a se perguntar: isso que está aí diante dos olhos de todos é ou não é um acordão para prolongar o privilégio do foro de políticos encrencados com a lei? As orelhas são de lobo, o focinho é de lobo, os dentes são de lobo. Mas Toffoli quer que você acredite que se trata de uma vovozinha disfarçada.” JOSIAS DE SOUZA

Compartilhe

WPROO | CRIAÇÃO DE SITES