Busque abaixo o que você precisa!

Lava Jato só aceitará delação de Marcelo Odebrecht se ceder informações da Suíça

Marcelo Odebrecht  (Foto: Luis Ushirobira/Valor )

O empresário Marcelo Odebrecht sucumbiu e aceitou negociar umadelação premiada com os investigadores da Lava Jato. Preso desde a metade do ano passado, ele vinha tentando obter habeas corpus na Justiça, mas sem sucesso. Nas últimas semanas, seus advogados reclamavam das más condições das instalações da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso.

Em setembro do ano passado, durante audiência na CPI da Petrobras, Odebrecht criticou os delatores e os chamou de “dedos duros”. Ainda comentou: "Na infância, eu talvez brigasse mais com quem dedurou do que quem fez o fato", afirmou. Os pedidos do pai de Marcelo, Emílio Odebrecht, pesaram na decisão dos advogados. A empreiteira também sugeriu a outros executivos que aceitem realizar delações.

Apesar da iniciativa, é importante frisar que o Ministério Público Federal tem de negociar com os delatores os termos das colaborações premiadas. Aliás, o que os procuradores querem são informações da empreiteira na Suíça. Querem listas com pagamentos a políticos por meio de offshores. Informações de transações no Brasil já estão praticamente esquadrinhadas. ÉPOCA

Compartilhar Conteúdo